13 agosto 2022 8:10
13 agosto 2022 8:10

Veja o que se sabe sobre caso de cabeleireira encontrada morta em casa ao lado da filha de 8 meses na Sé, em SP

Sandra Maria de Sousa Silva, de 34 anos, foi morta na sexta-feira (22), e seu corpo foi encontrado apenas neste domingo (24). Companheiro é o principal suspeito. Polícia descobriu que ele usava nome falso.

Por G1 SP

- Publicidade -

A Polícia Civil de São Paulo investiga o assassinato de Sandra Maria de Sousa Silva, de 34 anos, encontrada morta em um apartamento na região da Sé, Centro de São Paulo, neste domingo (24). Ao lado do corpo, a filha da vítima, de oito meses, estava dentro do berço.

Confira abaixo o que já se sabe sobre o caso:

Quem era a vítima?

Em qual circunstância o corpo foi encontrado?

Há suspeitos?

Como estava a bebê de 8 meses?

Com quem ficará a criança?

O que diz a polícia?

Quem era a vítima?

Sandra Maria de Sousa Silva tinha 34 anos e trabalhava como cabeleireira no Centro de São Paulo, região em que morava sozinha com a filha, em um apartamento na Rua Tabatinguera, na Sé. Ela era especialista em aplicação de mega hair.

A bebê de oito meses que estava no apartamento é fruto de um relacionamento anterior.

Em qual circunstância o corpo foi encontrado?

Desde a última sexta-feira (22), amigos e parentes de Sandra não conseguiam falar com ela, ligavam e ninguém atendia. Sem retorno, no domingo (24), uma amiga levou um chaveiro até o apartamento de Sandra para conseguir entrar no local, e a encontrou morta.

Segundo a Polícia Militar, Sandra foi encontrada sem vida, em cima da cama, com marcas de agressão, sangue na região do nariz e da cabeça e duas perfurações, que aparentavam ser de algum tipo de arma branca, como uma faca.

Sandra Maria de Sousa Silva era cabeleireira, especialista em mega hair — Foto: Reprodução
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS