10 agosto 2022 6:33
10 agosto 2022 6:33

UPA do 2º Distrito é referência para casos de covid-19 e síndromes respiratórias em Rio Branco

Pelo município, é a Urap Maria Barroso, na Baixada da Sobral, que recebe os casos suspeitos de covid-19 e de doenças respiratórias.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

Em virtude do aumento nas notificações de covid-19 e síndromes respiratórias em todo o Acre, a UPA do 2º Distrito de Rio Branco tornou-se referência para os casos dessas doenças, desde a última sexta-feira, 1º, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

Para oferecer um atendimento com mais qualidade às pessoas que buscam os serviços de saúde, a gerência da UPA está trabalhando com dois fluxos internos: o primeiro para pessoas positivadas para a covid-19 e o segundo para os não positivos, mas que apresentam sintomas respiratórios.

“A gente fez uma divisão interna para receber a população e separar as pessoas que têm o diagnóstico positivo para covid-19 das que não têm. Temos exames laboratoriais, raio-x e teste de covid-19 e, se for necessário, solicitamos tomografia computadorizada, realizada no Into, via regularização”, esclareceu o gerente-geral da unidade, Ualison Oliveira.

Desse modo, outros serviços de saúde que eram oferecidos na unidade estão temporariamente suspensos, como os do Setor de Trauma, por exemplo. Oliveira recomenda à população que não estiver apresentando sintomas respiratórios, mas outras patologias, que se dirija às outras unidades de pronto atendimento (UPAs) da capital, como a da Sobral e a da Cidade do Povo.

“Como precisamos passar por algumas adaptações em nossas salas, o nosso serviço de trauma foi suspenso neste período. Então a população deve ficar atenta, se acontecer algum acidente, deve procurar as outras unidades”, informou o gerente.

Quando procurar a UPA do 2º Distrito

Apresentando sintomas como coriza, tosse, dor na região torácica, dor na garganta, febre e dificuldade para respirar, o paciente deve se dirigir à UPA do 2º Distrito. Em casos leves, a população também pode procurar atendimento nas unidades de referência de atenção primária (Uraps), tendo em vista que a UPA é referência nos casos moderados e graves das doenças respiratórias.

Desde que passou a ser referência, a unidade contabilizou mais de 1.500 atendimentos entre síndromes respiratórias e covid-19. Cerca de mil testes para SARS-CoV-2 foram realizados, e desses mais de 300 resultaram positivos.

URAP Maria Barroso também é referência

Pelo município, desde o dia 29 de junho, a prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), informou que a Unidade de Referência de Atenção Primária (Urap) Maria Barroso, localizada na região da Baixada da Sobral, voltou a ser referência para os casos suspeitos de covid-19 e de doenças respiratórias.

“A partir desta quarta-feira, a Urap Maria Barroso volta a realizar os atendimentos de covid-19 e de exames SWAB. Também cuidaremos das síndromes virais. Atendimentos que eram frequentes, como vacinação, preventivos, vão ser feitos nas Unidades de Saúde da Família”, salientou Jonathan Santiago, secretário em exercício da Semsa.

O atendimento na Urap é ofertado de segunda a sábado, de 7h às 18h.

Fonte/ Portal A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS