10 agosto 2022 5:34
10 agosto 2022 5:34

Torcedor do Flamengo que gravou vídeo batendo em galo após time derrotar Atlético-MG é denunciado por ONG no AC

Vídeo foi gravado após vitória do Flamengo por 2 a 0 contra time mineiro, que tem como mascote o animal galo. ONG Patinha Carente disse que vai formalizar caso no MP-AC

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A ONG Patinha Carente denunciou, nessa quinta-feira (14), o caso de um torcedor do Flamengo que gravou um vídeo batendo em um galo após o time derrotar por 2 a 1 o Atlético-MG, que tem como mascote o animal. O vídeo foi gravado na quarta (13) e postado pelo próprio torcedor. (Veja vídeo)

Torcedor do Flamengo gravou vídeo batendo em galo após time derrotar Atlético-MG

Ao tomar conhecimento do caso, a ONG repudiou o caso que chamou de crime de maus-tratos. Após a repercussão do caso, o homem usou as redes sociais para mostrar o galo e os outros animais que tem em casa e disse que cuida dos bichos.

“Aqui é o rapaz que vocês imaginam que tava maltratando o galo, vocês ficam sensacionalizando notícia que não existe. Está ali o bichinho, lindo, tranquilo, então vocês tenham atenção na hora de denunciar ou postar qualquer coisa na internet sem autorização e sem saber os fatos verídicos, porque vocês podem sofrer consequências sem necessidade. Essa cachorrinha estava na rua, eu que trouxe ela, aqui em casa só tem amor, não tem maldade, não. Brincadeira é uma coisa e maldade é outra. Eu sou um cara de boa, não quero confusão com ninguém, quero brincar, assistir meu futebol, apenas isso”, disse o homem.

Torcedor do Flamengo que gravou vídeo batendo em galo após time derrotar Atlético-MG é denunciado por ONG no AC — Foto: Reprodução

Segundo Vanessa Facundes, que é presidente da ONG Patinha Carente e membro da Comissão de Defesa e Proteção dos Animais da OAB-AC, o homem se desculpou da situação e informou que cuida bem dos animais dele. Mesmo assim, a denúncia vai ser formalizado no Ministério Público do Acre (MP-AC).

“O que ele cometeu foi crime de maus-tratos, nós já explicamos pra ele, e vou encaminhar a denúncia ao MP-AC e informar o pedido dele de desculpas, porque essas pessoas precisam aprender”, afirmou.

A ativista lembrou ainda que já aconteceu casos de maus-tratos em Rio Branco contra um urubu por ser mascote do Flamengo.

“As pessoas precisam se conscientizar que isso é uma situação de homens que estão há milênios de atraso. Os animais não têm nada a ver com essas situações dos jogos, então que retirem os animais disso. Maus-tratos contra animais é crime, e agora temos agravante se houver a morte do animal.”

Fonte: G1ACRE

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS