8 agosto 2022 6:33
8 agosto 2022 6:33

TIRO NO PESCOÇO: Sargento da PM matou esposa em bebedeira e desovou corpo no rio Madeira

O militar alega que o tiro teria sido acidental no pescoço da esposa, mas não contou detalhes

Por Rondoniaovivo

- Publicidade -

O sargento da Polícia Militar Gilmar de Souza Castro, foi preso nesta tarde de segunda-feira (04) após confessar que matou e jogou o corpo da esposa, Lindauva Galdino de Araújo, 52, no rio Madeira, em Porto Velho (RO).

A vítima teria sido morta na noite de ontem (03) por volta das 21h na residência do casal, na Rua São José, bairro Mariana, na zona Leste.

O militar alega que o tiro teria sido acidental no pescoço da esposa, mas não contou detalhes. Disse apenas que após isso, teria aguardado até meia noite com a esposa morta dentro de casa e depois decidiu levar o corpo para o ramal Maravilha, região rural da capital, local em que desovou às margens do rio Madeira.

Nesta manhã de segunda-feira (04) ele ainda teria feito uma ocorrência de desaparecimento da mulher, mas as filhas da vítima desconfiadas acionaram a Polícia Militar.

Uma equipe da PM foi até a residência e teria encontrado uma cápsula de pistola deflagrada na casa.

Após muitas contradições, o sargento resolveu confessar o crime e levou os policiais até o local onde havia jogado o corpo.

Mergulhadores dos Bombeiros, em poucos minutos de buscas, localizaram o cadáver que já havia sido devorado por candirus, espécie de peixe devorador.

Os restos mortais foram levados ao Instituto Médico Legal (IML). Preso, o sargento foi conduzido ao Departamento de Flagrantes da Polícia Civil.

O sargento era casado há 12 anos com a vítima e tinha vindo do interior recentemente para trabalhar no 1° Batalhão da Polícia Militar.

ÚLTIMAS