10 agosto 2022 6:15
10 agosto 2022 6:15

Thiago Gagliasso se pronuncia após ser condenado por divulgação de fake news

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Thiago Gagliasso, irmão do ator Bruno Gagliasso, usou as redes sociais neste domingo (3), se pronunciou após ter sido condenado por divulgação de fake news por ter publicado fotos de uma mulher segurando um fuzil.

Quem fala aqui é um condenado, um perigo para a sociedade, mas eu não fui notificado, nem sabia do processo, juro por Deus. Sequer meus advogados foram citados, mas eu sou um condenado moral. Nem sabia que eu era influencer bolsonarista’, disse o influenciador digital, em tom de ironia, através dos Stories do Instagram.

Posteriormente, Thiago Gagliasso ressaltou mais uma vez que sequer havia sido notificado da existência do processo em questão. ‘Agora falando sério, eu sequer foi notificado, já estou condenado, nem sabia que estava rolando esse processo, meus advogados nem sabiam… As pessoas estão me olhando na rua: ‘olha o condenado ali, olha o condenado”, afirmou, onde citou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): ‘Lula livre, TGzinho preso’.

De acordo com informações da coluna de Anselmo Goés, do jornal O Globo, Thiago Gagliasso terá que desembolsar R$ 10 mil a Adriana Santana de Araújo Rodrigues, mãe de um dos jovens na chacina do Jacarezinho, em maio do ano passado. Ela o processou após ter publicado fotos de uma mulher segurando um fuzil afirmando ser a mãe de Marlon Santana de Araújo, uma das vítimas.

Quem fala aqui é um condenado, um perigo para a sociedade, mas eu não fui notificado, nem sabia do processo, juro por Deus. Sequer meus advogados foram citados, mas eu sou um condenado moral. Nem sabia que eu era influencer bolsonarista’, disse o influenciador digital, em tom de ironia, através dos Stories do Instagram.

Posteriormente, Thiago Gagliasso ressaltou mais uma vez que sequer havia sido notificado da existência do processo em questão. ‘Agora falando sério, eu sequer foi notificado, já estou condenado, nem sabia que estava rolando esse processo, meus advogados nem sabiam… As pessoas estão me olhando na rua: ‘olha o condenado ali, olha o condenado”, afirmou, onde citou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): ‘Lula livre, TGzinho preso’.

De acordo com informações da coluna de Anselmo Goés, do jornal O Globo, Thiago Gagliasso terá que desembolsar R$ 10 mil a Adriana Santana de Araújo Rodrigues, mãe de um dos jovens na chacina do Jacarezinho, em maio do ano passado. Ela o processou após ter publicado fotos de uma mulher segurando um fuzil afirmando ser a mãe de Marlon Santana de Araújo, uma das vítimas.

Fonte: UAI

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS