16 agosto 2022 1:45
16 agosto 2022 1:45

Seminário ‘Elas Podem’ aborda o protagonismo das mulheres na política

O evento, promovido neste sábado, 16, em Rio Branco, vai contar com uma vasta participação lideranças políticas femininas de todo o estado.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

O Protagonismo das Mulheres na Política será a pauta principal do Seminário “Elas Podem“, promovido pela vereadora Lene Petecão, neste sábado, 16, em Rio Branco. O evento que vai contar com uma vasta participação lideranças políticas femininas.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais da metade da população brasileira (51,13%) é feminina, e elas representam, segundo Tribunal Superior Eleitoral, 53% do eleitorado. No entanto, ocupam hoje menos de 15% dos cargos eletivos.

Das 17 vagas de vereadores na Câmara Municipal de Rio Branco, apenas duas (11,5%) são ocupadas por mulheres. Na Aleac, a realidade não destoa muito da capital, das 24 cadeiras parlamentares, apenas três mulheres são deputadas estaduais (12,5%).

Na Câmara dos Deputados, das 513 cadeiras, apenas 77 (15%) são ocupadas por deputadas. No Senado, somente 12 mulheres foram eleitas para as 81 vagas (14%). O Brasil ocupa a 140º posição no ranking de representação feminina no Parlamento.

“São temos difíceis para as mulheres, especialmente, para as mulheres acreanas. O nosso estado é o local onde mais se comete feminicídio, ou seja, somos assassinadas por sermos mulheres. E a mudança dessa realidade perpassa a mudança de representatividade dos espaços de poder. Por isso, convidamos muitas mulheres para debater esse assunto que é urgente”, destacou a vereadora Lene Petecão.

Lene Petecão é presidente da Comissão de Mulheres da Câmara de Vereadores de Rio Branco. “O seminário foi pensado especificamente para que as mulheres possam verbalizar seus anseios e consolidar compromissos coletivos em prol de uma sociedade com mais respeito à vida e dignidade, tendo em vista que o Acre figura o primeiro lugar no ranking de feminicídios no Brasil, por anos consecutivos.

Fonte/ A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS