18 agosto 2022 6:05
18 agosto 2022 6:05

Prefeito de Rio Branco se reúne com ministro do trabalho para tratar de benefícios cedidos pelo Governo Federal aos taxistas

Por Assessoria PMRB

- Publicidade -

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, acompanhado do superintendente da RBTrans (licenciado), Anísio Alcântara, e do presidente do Sindicato dos Taxistas do Acre, Teonísio Machado, participou, na manhã desta quinta-feira (21), de uma reunião com o ministro do Trabalho, José Carlos Oliveira, e prefeitos de outras cidades, para debaterem sobre o auxílio cedido aos taxistas pelo Governo Federal, por meio da PEC 123/2022 aprovada pelo Congresso.

O prefeito Tião Bocalom disse saber que os taxistas sofreram muito durante a pandemia da Covid-19  e reconhecendo essa deficiência financeira, o Governo Federal auxiliará em R$ 2 bilhões, que serão divididos entre os taxistas do Brasil inteiro.

“Os municípios do interior também têm direito, cada prefeitura vai inserir no cadastro nacional, junto ao Ministério do Trabalho, os dados que os taxistas têm na prefeitura. O dado que vai valer oficialmente é o que a prefeitura mandar”, afirmou.

Anísio Alcântara, superintendente da RBTrans licenciado, explicou quais são as exigências para o recebimento do auxílio.

“A ação da RBTrans se resume em apresentar o cadastro dos taxistas aptos ao benefício. Tem um requisito que incorpora apenas os permissionários que estão aptos até o dia 31 de maio deste ano, portanto, alguém que se habilitou após esse prazo, está eliminado. É importante salientar que taxistas auxiliares não serão incorporados, apenas os permissionários que estão com sua CNH ativa”.

 

O presidente do Sindicato dos Taxistas do Estado do Acre, Teonísio Machado, disse que o auxílio irá ajudar muito a categoria e que até o final de agosto todos os cadastrados receberão a ajuda.

“O prefeito vai acelerar, junto com a RBTrans, o envio desses dados necessários para que a União possa nos cadastrar junto ao banco que eles vão fechar. Até o final de agosto já estaremos recebendo a primeira e segunda parcelas do auxilio”, comemorou

Tião Bocalom, que também é presidente da Associação dos Municípios do Estado do Acre (Amac), pediu que os prefeitos do interior fiquem tranquilos, pois a associação irá auxiliar no que for necessário.

“Através da Amac iremos auxiliar cada um dos prefeitos, para que todos enviem, o mais rápido possível, os cadastros. Para que a partir do dia 31 de agosto os taxistas possam começar a receber esse recurso”, afirmou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS