11 agosto 2022 7:02
11 agosto 2022 7:02

Pré-candidatos à Presidência participam de atos de pré-campanha em Salvador

Bolsonaro disse que o Brasil terá "os combustíveis mais baratos do mundo"; Lula enalteceu a independência da Bahia; Ciro criticou a PEC dos benefícios; e Tebet defendeu a criação de ouvidorias para mulheres em estatais.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

Os pré-candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MBD) participaram de atos em Salvador na manhã deste sábado (2), em eventos de pré-campanha. A data é marcada pela celebração do Dia da Independência da Bahia.

O presidente Jair Bolsonaro foi um dos primeiros pré-candidatos a discursar. Em sua fala, durante concentração no Farol da Barra, Bolsonaro fez críticas aos governadores do Nordeste que, segundo Bolsonaro, “entraram na justiça contra a redução de impostos na gasolina”.

“Isso é inadmissível, o partido, uma região do nosso país, cujo os governadores dizem que ajudam os mais pobres, mas quando chega na hora, fazem exatamente o contrário”, afirmou.

Bolsonaro disse ainda que “nós teremos, brevemente, um dos combustíveis mais baratos do mundo”.

A pré-candidata à Presidência pelo Simone Tebet (MDB) disse, com exclusividade à CNN, neste sábado (2), que pretende criar ouvidorias para mulheres em estatais.

Tebet deu a declaração após ser questionada sobre as denúncias de assédio na Caixa Econômica Federal. Diante das acusações de funcionários do banco, o ex-presidente do banco, Pedro Guimarães, oficializou sua demissão através de uma carta na última quarta-feira (29).

Neste sábado, a emedebista participa de uma celebração à Independência do estado no Largo da Lapinha, acompanhada do pré-candidato a deputado federal Joceval Rodrigues (Cidadania) e do presidente do Cidadania, Roberto Freire.

Já o pré-candidato Ciro Gomes (PDT), afirmou à CNN, que espera um “reparo” por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) com relação à aprovação da PEC dos Combustíveis, aprovada na última quinta-feira (30), pelo Senado.

“A canalhice que se votou em Brasília é isso. Uma emenda a constituição que permite a população acreditar que será salva por um socorro, que só vai até dezembro, o que significa um estelionato eleitoral gravíssimo e uma violação da própria constituição… o que quer dizer que eu espero que o Supremo Tribunal Federal ponha um reparo neste absurdo”, disse o pedetista.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, comemorou o dia da Independência da Bahia.

“Eu acho que é importante que o povo brasileiro conhecesse o que é o 2 de julho na Bahia. Para lembrar que a independência foi feita com sangue, com morte, com negros, com indígenas, com padres, freiras e o povo trabalhador para expulsar os portugueses, então é isso que você vê”. disse.

Fonte/ CNN BRASIL

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS