10 agosto 2022 10:46
10 agosto 2022 10:46

PM prende suspeito de matar mulher e filho de três meses

Jovem Jessica Mayara Ballock, de 23 anos, e o filho Theo Pereira, de 3 meses, foram encontrados mortos com sinais de violência.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

A Polícia Militar (PM) prendeu, na noite da última terça-feira (26), um homem de 28 anos, procurado pela Justiça, suspeito de ter matado a mulher e o filho de três anos em Blumenau/SC.

Kelber Henrique Pereira foi preso às 22h30, na Rua Antonio Barbutti, no bairro Saltinho, em Paulínia, no interior do estado.

Os agentes verificaram que havia sido expedido um mandado de prisão por duplo homicídio contra o suspeito, que foi conduzido à delegacia, onde permaneceu à disposição da Justiça.

De acordo com a PM, foi solicitado exame pericial ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso foi registrado como captura de procurado na Delegacia de Paulínia.

Sobre o caso

A jovem Jessica Mayara Ballock, de 23 anos, e o filho Theo Pereira, de 3 meses, foram encontrados mortos com sinais de violência na manhã de segunda-feira (25), no apartamento em que a família morava em Blumenau (SC). O caso é tratado pela polícia como feminicídio.

O suspeito de ter cometido os crimes é o pai da criança, Kelber Henrique Pereira, de 28 anos. Segundo o delegado responsável pelo caso, Ronnie Esteves, ele já tem passagens pela polícia e um mandado de prisão foi expedido contra ele pela 1ª Vara Criminal de Blumenau.

Esteves aguarda o resultado de uma perícia para determinar a causa da morte, mas suspeita que a mãe e o bebê tenham sido degolados. Uma faca com manchas de sangue foi apreendida próximo ao corpo das vítimas.

O filho mais velho de Jessica, de 1 ano e dez meses, Kalleb Pereira, estava desaparecido desde segunda-feira, mas foi localizado na terça-feira pela Polícia Civil em uma cidade do interior de Minas Gerais. Segundo o delegado, a criança está bem e segura na casa dos avós paternos.

Para o delegado, ainda é cedo para determinar o que teria motivado o crime, mas não está descartado o uso de drogas. Segundo a família das vítimas, o pai das crianças é usuário de entorpecentes.

Fonte/ Portal O Estadão

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS