9 agosto 2022 3:16
9 agosto 2022 3:16

Mulher tem afundamento de crânio após ser atacada com marreta

Suspeito do crime é o esposo da vítima, que não foi encontrado pela polícia.

Por g1 RO

- Publicidade -

Uma mulher de 33 anos deu entrada na Unidade Pronto Atendimento (UPA) da zona sul de Porto Velho após ser vítima de agressão e sofrer um afundamento de crânio. O suspeito do crime é um mecânico de 31 anos, esposo da vítima, que usou uma marreta para golpear a mulher. A ocorrência foi registrada nesta sexta-feira (29).

De acordo com o boletim, quando a guarnição chegou na residência do casal para averiguar uma denúncia de Maria da Penha, no residencial Tropical, os policiais encontraram bastante sangue na cama e nos cômodos do imóvel.

Na ocasião, familiares contaram que a vítima das agressões já havia sido levada à Upa da zona sul.

A PM se deslocou para a unidade de saúde e falar com a vítima sobre o ocorrido. No entanto, no local, o médico disse que a mulher não tinha condições de responder por causa das graves lesões, inclusive com afundamento no crânio.

Uma testemunhas confirmou aos policiais que os golpes sofridos pela mulher, possivelmente foram feitos com uma marreta. A ferramenta não foi localizada pela guarnição.

A PM ainda fez uma diligência até a borracharia do suspeito, na rua Pau Ferro, onde o esposo da vítima poderia estar, mas ele não foi encontrado.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS