8 agosto 2022 2:17
8 agosto 2022 2:17

Mulher acusa companhia aérea de perder sua filha e viraliza na web

Monica Gilliam explicou que pagou R$ 800 a mais, além da passagem, para que a filha fosse acompanhada por funcionários até encontrar o pai

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A americana Monica Gilliam, 39 anos, viralizou no TikTok com uma publicação na semana passada denunciando que a companhia aérea American Airlines havia perdido a sua filha de 12 anos.

Em um vídeo, que já conta com mais de 1,8 milhão de visualizações, a mãe explicou que a filha foi deixada no portão de embarque da empresa, no aeroporto de Chattanooga, Tenessee (EUA), para voar até Miami, local onde encontraria o pai.

“Quase uma hora depois que seu voo pousou, recebi uma ligação da American Airlines. Era o gerente em Miami que disse: ‘Sua filha está desaparecida. Fechamos o terminal. Não sabemos onde ela está'”, afirmou Monica.

Ela disse ainda que pagou US$ 150 (aproximadamente R$ 803) a mais, além do preço da passagem, para que a filha fosse acompanhada por funcionários da companhia até que encontrasse o pai.

Felizmente, a menina foi encontrada e contou a sua versão sobre o ocorrido. Segundo Monica, a filha disse que, “quando começou o desembarque, as comissárias de bordo apenas acenaram para ela, em vez de dizerem ‘Espere um minuto. Vejo um cordão [o crachá com a identificação] de menor desacompanhado em volta de seu pescoço'”.

Sem saber o que fazer, a adolescente continuou andando pelo aeroporto e foi para a área de retirada de bagagem, onde tentou se comunicar com o pai. Ele então respondeu que ficaria no portão de desembarque esperando e a menina foi até o pai. “Ela estava andando sozinha com essa etiqueta de menor desacompanhada nela”, disse Monica.

Em resposta à Fox News Digital, a American Airlines informou que “levamos esses assuntos muito a sério e estamos investigando o que ocorreu”. Já o Aeroporto de Chattanooga não comentou o caso.

Fonte: Terra

ÚLTIMAS