17 agosto 2022 2:54
17 agosto 2022 2:54

Militar bate em gari com vassoura por achar que mulher era filmadalo

Profissional de limpeza urbana marcava posição com GPS, mas mulher entendeu que tinha sido filmada. Polícia Civil investiga

Por Metrópoles

- Publicidade -

Um militar da Marinha do Brasil agrediu um gari na 712 Norte por achar que o trabalhador de limpeza urbana havia filmado a esposa enquanto ela fazia ginástica na quadra. A agressão aconteceu na manhã desta quarta-feira (13/7) e a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga o caso.

Segundo o gari agredido, a mulher achou que estava sendo filmada porque os garis precisam marcar o percurso feito com um GPS. Para o equipamento funcionar, os trabalhadores precisam levantá-lo e apertar um botão.

“Tem que apertar o botão para captar onde a gente está. Nós trabalhamos com GPS e não com celular. Somos proibidos de trabalhar com celular, que fica com o fiscal”, explica o gari. Ele conta ainda que o militar tomou a vassoura que ele mesmo usava para limpar a rua para agredi-lo.

“Chegou um carro e o homem abordou a gente, já batendo e pedindo para mostrar o celular’”, lembra o gari. Moradores viram as agressões e chamaram a polícia. Segundo as testemunhas, em nenhum momento o trabalhador de limpeza agrediu ou xingou o militar. Todos foram levados à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central).

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS