13 agosto 2022 7:48
13 agosto 2022 7:48

Laudo do IML aponta que PM morto no Alemão foi atingido por três tiros nas costas

Exame identificou também ferimentos do pescoço e tórax, com hemorragia. Agente foi morto na manhã de quinta-feira (21), quando estava de plantão na UPP Nova Brasília.

Por Por Felipe Freire, TV Globo

- Publicidade -

O cabo da Polícia Militar Bruno de Paula Costa, de 38 anos, foi morto com três tiros que o atingiram nas costas, segundo o laudo do Instituto Médico-Legal (IML). O exame também identificou ferimentos do pescoço e tórax, com hemorragia.

O agente foi morto na manhã de quinta-feira (21), baleado por criminosos no interior do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. Bruno estava de plantão na Unidade de Polícia Pacificadora – UPP/Nova Brasília, onde era lotado.

O documento mostra que o primeiro tiro entrou na região escapular esquerda do PM, saindo pelo pescoço, fraturando a mandíbula.

O segundo na região escapular direita e o terceiro na região lombar direita. Os projéteis destes dois disparos não saíram do corpo.

“Dois outros orifícios de entrada de projetil de arma de fogo, de alta energia cinética: região escapular direita, fratura da escápula, sem orifício de saída; região lombar medial direita, transição para dorsal, sem orifício de saída”, diz o laudo.

A base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) foi atacada por traficantes em retaliação à operação que resultou na morte de 18 pessoas, entre elas, o policial.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS