7 agosto 2022 6:01
7 agosto 2022 6:01

Jovem de 14 anos é condenado à prisão perpétua por matar menino de 5 no País de Gales

Padrasto e mãe de Logan Mwangi também receberam pena de prisão perpétua pelo assassinado; caso aconteceu no ano passado

Por CNN BRASIL

- Publicidade -

Um adolescente de 14 anos e dois adultos foram condenados à prisão perpétua pelo assassinato de um menino de cinco anos no País de Gales, em julho de 2021. O corpo de Logan Mwangi foi encontrado por policiais no rio Ogmore por volta das 6 h do sábado, 31 de julho, após uma ligação para a emergência feita pela mãe do garoto, Angharad Williamson, de 31 anos.

Williamson deverá cumprir ao menos 28 anos de detenção até que a pena possa ser revista. Os outros condenados são John Cole, de 40 anos, padrasto de Mwangi, e Craig Mulligan, de 14 anos. Eles terão de ficar atrás das grades por, no mínimo, 29 e 15 anos, respectivamente, até que a prisão perpétua possa ser revista.

O caso aconteceu em Sarn, município de Bridgend, no País de Gales. A sentença foi decretada em um tribunal de Cardiff, capital do país.

O julgamento durou 10 semanas, e foi constado que os réus tentaram encobrir o caso, convencendo os policiais que Logan havia desaparecido durante a noite. Porém, as autoridades desconfiaram e eles foram presos. Provas foram coletadas pela Equipe de Investigação de Crimes Graves nos dias que se seguiram e eles foram acusados ​​de assassinato.

A autópsia realizada no corpo do menino constatou que ele sofreu mais de 56 ferimentos, descritos por um patologista como “tão extremos que você esperaria encontrá-los como resultado de uma queda de grande altura ou de colisão de trânsito de alta velocidade”, de acordo com a Polícia do Sul de Gales.

O Oficial de Investigação Sênior, Inspetor Detetive Lianne Rees, da Equipe de Investigações de Crimes Graves da Polícia de Gales do Sul, afirmou que é “incompreensível que Logan tenha sua vida interrompida em circunstâncias tão trágicas nas mãos daquelas mesmas pessoas que deveriam estar lá para protegê-lo”.

“Para o pai de Logan, Ben, que está ao meu lado, as frases de hoje são boas notícias, mas nenhuma justiça pode trazer Logan de volta ou compensar a dor que continua a ser sentida”, adicionou.

ÚLTIMAS