9 agosto 2022 7:08
9 agosto 2022 7:08

Ibama multa Facebook por tráfico de animais na plataforma

Ibama multa Facebook por tráfico de animais na plataforma.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais) multou o Facebook em R$ 10 milhões. A decisão veio para coibir a venda ilegal de animais silvestres na rede social.

O instituto alega que a plataforma permite a venda 2.227 espécimes da fauna silvestre nativa “sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade ambiental competente”.

Esse processo veio após a divulgação do dossiê da Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (RENCTAS). O documento foi produzido em parceria com a Universidade de Northumbria, do Reino Unido.

No momento, a RENCTAS monitora cerca de 800 grupos de tráfico de animais silvestres no Facebook e no WhatsApp. A rede diz que, em média, 15 mil mensagens sobre o assunto são trocadas através das plataformas. Entre as transações, répteis representam 44% do comércio e aves são 40%.

Cobras, tartarugas, araras, macacos e filhotes de jacarés são alguns dos animais colocados à venda. Além disso, 19% das espécies traficadas são exóticas, ou seja, não existem naturalmente em solos brasileiros.

Essa não é a primeira vez que o órgão notifica a rede social. Quatro anos atrás, a empresa já havia sido alertada sobre a ação ilegal. Na teoria, Facebook proíbe o comércio ilegal de animais na rede social desde 2018.

“Usamos uma combinação de tecnologia e revisão humana para aplicar essas regras, e cooperamos com autoridades locais nessa área. Vale ressaltar que os dados apontados pela reportagem referem-se a procedimentos sobre os quais a Meta não foi notificada formalmente até este momento”, afirmou a rede social em nota enviada ao portal Ig.

Fonte/ Portal Yahoo.com

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS