18 agosto 2022 8:32
18 agosto 2022 8:32

Homem é morto em festa de aniversário com o tema do PT

Por Redação ecos da notícia

- Publicidade -

A polarização política no Brasil atingiu um nível elevado de intolerância que supera a média internacional de 27 países observados em uma pesquisa do Instituto Ipsos.

Tema perceptível no cotidiano do brasileiro nos últimos anos, o radicalismo que envolve as discussões político-partidárias foi o aspecto medido na pesquisa. O levantamento mostrou que os entrevistados no Brasil estão menos propensos a aceitar as diferenças.

Na madrugada deste domingo, 10, Marcelo Arruda, guarda municipal de Foz do Iguaçu (PR) comemorava seu aniversário de 50 anos, com o tema da festa do Partido dos Trabalhadores (PT). Quando um homem invadiu o local armado e ameaçou a todos.

Segundo informações da Polícia, houve uma troca de tiros e o guarda Marcelo Arruda morreu.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, o invasor levou três tiros e está internado em estado grave. De acordo com testemunhas, o homem que entrou na festa é um agente penitenciário apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O bolo de aniversário tinha a estrela do PT, a decoração tinha imagens de Lula e Marcelo Arruda usava uma camiseta com a foto do ex-presidente.

Arruda disputou as eleições municipais em 2020 como candidato a vice-prefeito de Foz do Iguaçu pelo PT.

Em nota, Gleisi Hoffmann, deputada federal pelo Paraná e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) afirmou: “Nosso companheiro e amigo Marcelo Arruda, guarda municipal de Foz do Iguaçu, foi assassinado ontem em sua festa de 50 anos. Um policial penal, bolsonarista, tentou invadir a festa c/arma. Trocaram tiros. Uma tragédia fruto da intolerância dessa turma”.

Arruda deixa esposa e quatro filhos. Ele cantava “Parabéns à você” e assoprava as velas de 50 anos ao lado de dois filhos pouco antes de ser baleado.

Fonte: TNH1

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS