13 agosto 2022 7:37
13 agosto 2022 7:37

Glenda Kozlowski se desculpa após opinar sobre termos racistas de Piquet: ‘Mereço nota zero’

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Durante o programa “Show do Esporte” exibido pela Band, na manhã deste domingo, a apresentadora Glenda Kozlowski falou sobre a polêmica envolvendo o ex-piloto brasileiro Nelson Piquet e o automobilista inglês Lewis Hamilton. Glenda questionou a real intenção de Piquet ao utilizar os termos racistas a Hamilton. Horas depois, a apresentadora se retratou pelas afirmações.

– Ficar olhando coisas de um ano atrás também, eu acho que trazendo à tona agora pode mudar às vezes o contexto das coisas. Quer dizer, isso não tem contexto, não dá para falar sobre isso, né? Usar termos racistas. Mas será que o contexto era esse também? Eu acho que de um ano para cá as pessoas mudam, de um ano para cá muita coisa muda – destacou.

Muitos telespectadores que acompanhavam o programa não gostaram das falas da apresentadora e o assunto virou pauta na web.

Algumas horas depois da repercussão sobre as afirmações feitas no ar, Glenda foi até as rede sociais se desculpar pelos comentários feitos:

– Peço desculpas a todos pelas minhas palavras. Fui muito mal na escolha de cada uma delas. Todo minha indignação por mim mesma. Um beijo a todos – escreveu no Twitter.

Após a exibição do GP de Silverstone, na Band, Glenda voltou pedir desculpas, desta vez ao vivo.

– Quero me retratar para todo o Brasil aqui no programa. Peço sinceras desculpas pelos meus erros. Nesses 30 anos de carreira eu sempre me posicionei contra todo tipo de violência, preconceito e racismo. Aliás, eu sou antirracista. Agradeço todos pelas mensagens recebidas. Muito obrigado. E pelas palavras que usei hoje, mereço nota zero – afirmou.

Toda a polêmica começou após Nelson Piquet se referir a Lewis Hamilton como “neguinho” em uma comparação entre os acidentes de Ayrton Senna e Alain Prost. A declaração do ex-piloto foi publicada pelo canal “Enerto”, e muitos internautas acusaram o tricampeão de racista.

Após a declaração de Nelson Piquet, a FIA, a Mercedes e a Fórmula 1 publicaram notas reprovando a fala do ex-piloto. Lewis Hamilton também comentou sobre o episódio nas redes sociais e falou em “mudar a mentalidade”. A polêmica segue repercutindo nas redes sociais.

Fonte: Yahoo!

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS