13 agosto 2022 7:40
13 agosto 2022 7:40

Envelhecimento da população do Brasil é irreversível, diz demógrafo do IBGE

Em entrevista à CNN Rádio, Márcio Minamiguchi analisou dados da ONU que estimam o crescimento da população mundial

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

De acordo com o relatório Perspectivas da População Mundial 2022, da ONU, o Brasil chegará ao fim deste ano como o sétimo país mais populoso, com 215 milhões de habitantes.

Em entrevista à CNN Rádio, o demógrafo do IBGE, Márcio Minamiguchi, o país terá o desafio do envelhecimento da população pela frente.

É irreversível, os níveis de fecundidade atuais são baixos, o que significa que a geração dos filhos tende a ser menor do que a dos pais, por isso a gente observa estreitamento da base da pirâmide populacional”, explicou.

O demógrafo avalia que a grande diferença do Brasil em relação aos países desenvolvidos é que eles tiveram “conjuntura favorável”: “Além das características históricas, eles já eram ricos e cresceram antes de envelhecer.”

Nosso desafio enquanto sociedade é também desenvolver, enquanto não se torna ‘um país velho’, porque depois de já envelhecer o desafio é muito maior.

Segundo a estimativa feita pelas Nações Unidas, no dia 15 de novembro de 2022 a Terra vai atingir a marca de 8 bilhões de habitantes.

A população mundial ainda tem tendência de crescer por mais algumas décadas, principalmente em função do crescimento nos países em desenvolvimento que acontece em ritmo elevado, enquanto locais como a União Europeia tem tendência a diminuir, com populações bastante envelhecidas, com baixa taxa de natalidade”.

CNN Brasil

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS