8 agosto 2022 3:08
8 agosto 2022 3:08

É preciso auxílio permanente, não só durante eleições, diz deputado do PT sobre PEC do Benefícios

Em entrevista à CNN, Bohn Grass (PT-RS) criticou a proposta que flexibiliza o teto de gastos do governo.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

O deputado federal Bohn Grass (PT-RS), ex-líder do PT na Câmara, afirmou em entrevista à CNN nesta terça-feira (5) que “o povo precisa de apoio, mas não só na época de eleição”, ao criticar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Benefícios – que flexibiliza o teto de gastos e libera mais de R$ 41 bilhões para o governo criar e ampliar benefícios sociais.

“É preciso auxílio permanente, algo que o presidente Jair Bolsonaro (PL) se mostra contra. A validade da PEC dos Benefícios é 31 de dezembro deste ano. Ou seja, somente durante o período eleitoral”, disse.

Grass reiterou que “a base bolsonarista rasga seu discurso de preocupação fiscal” ao sugerir que o governo fure o teto de gastos.

Para o deputado, a proposta deveria ter mais de tempo de debate na Câmara dos Deputados. “O governo quer votar rapidamente. Nós não vamos aceitar isso, o regimento da Casa não pode ser atropelado”, completou.

Grass apontou que a oposição “deve fazer questionamentos regimentais à PEC, como pedido de vistas e cobrança de mais debate a respeito da medida”.

“A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) deve se reunir na tarde desta terça-feira para ter esse debate. Além disso, estamos em contato com outros partidos da oposição”, concluiu.

Fonte/ CNN BRASIL

ÚLTIMAS