13 agosto 2022 2:12
13 agosto 2022 2:12

De janeiro a junho, Acre registrou 109 mortes por homicídios, femicídios e latrocínio

De todos os casos, 17 foram cometidos em junho; mesmo assim, sistema de segurança diz que houve redução de 9% no número de crimes em relação ao mesmo período do ano passado.

Por Tião Maia, da Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O total de pessoas mortas no Acre durante o último mês de junho em crimes violentos, nos quais é manifestada a intenção de matar, foi de 17 casos. A informação é do sistema de Segurança Pública do Governo do Estado do Acre.

Isso significa redução de 32% em relação aos mesmos crimes durante o mês de maio, quando foram mortas 25 pessoas. Das pessoas mortas no Acre durante o mês de junho de 2022. 11 foram homicídio doloso; duas mulheres foram mortas em crimes de feminicídios e outras três pessoas foram mortas em ação policial. Houve ainda uma pessoa vítimas de latrocínio, o chamado assalto seguido de morte.

De janeiro a junho de 2022, O Acre registrou 109 mortes violentas. O número representa redução de 9% em comparação ao igual período do ano passado, quando foram mortas 120 pessoas no Acre. Em relação aos seis primeiros meses de 2022, de acordo com os mesmos dados do sistema de segurança pública, maio foi o mais violento, com o maior registro de morte. Janeiro foi o menos violento, com apenas nove mortes.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS