18 agosto 2022 5:33
18 agosto 2022 5:33

Conselheiros do Palmeiras cobram atitude drástica após VAR

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O pênalti marcado a favor do São Paulo segue repercutindo muito dentro do Palmeiras. Tanto que a UVB (União Verde e Branco), um dos grupos políticos mais influentes dentro do Verdão, com aproximadamente 40 conselheiros, emitiu uma nota de repúdio neste domingo exigindo atitudes drásticas da CBF com a arbitragem do futebol brasileiro.

“O lance, que resulta no gol adversário, e consequentemente altera o curso natural da partida e culmina com a eliminação da S.E. Palmeiras nos causa sérios danos esportivos, financeiros e psicológicos”, destaca o texto, ressaltando que Calleri recebe a bola em posição de impedimento.

Os dois responsáveis pelo árbitro de vídeo ignoraram a condição de Calleri e segundos depois encontraram um pênalti a favor do Tricolor, que converteu, diminuiu a vantagem no placar por 2 a 1 e levou a decisão da vaga nas quartas de final da Copa do Brasil às penalidades.

“Tal nota tem o objetivo principal de manifestar total indignação. E o reconhecimento do erro pela CBF não minimiza em nada a perda da S.E. Palmeiras. Atitudes mais drásticas precisam ser tomadas em relação à arbitragem brasileira, que passa por um péssimo momento. Afastar a equipe do VAR por apenas uma rodada e permitir que Leandro Vuaden continuasse a exercer normalmente sua função, entendemos ser uma falta de respeito com nosso torcedor”, acrescenta a nota.

“A CBF precisa dar exemplo e se mostrar completamente competente no que se diz respeito ao departamento de arbitragem”, conclui o texto da UVB, que tem como líderes Wlademir Pescarmona e Fábio Bolla.

Fonte: Yahoo!

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS