18 agosto 2022 6:29
18 agosto 2022 6:29

Alto risco de vendavais durante a passagem da frente fria

Frente fria ingressa ainda hoje no Rio Grande do Sul e deve provocar vento forte ao avançar pelo Sul do Brasil até amanhã

Por Metsul Meteorologia

- Publicidade -

A MetSul Meteorologia alerta que uma frente fria vai avançar pelo Rio Grande do Sul entre a noite de hoje e o começo da terça-feira com chuva e risco de temporais. Há preocupação com a possibilidade de granizo e de vendavais isolados acompanhando temporais que localmente podem ser fortes a severos. A mudança do tempo vai ocorrer depois de uma segunda-feira com calor à tarde e sob ar quente, agravando o risco de tempo severo.

Foto reprodução

A máxima atividade frontal vai ocorrer no Rio Grande do Sul, no Meio-Oeste e no Oeste de Santa Catarina e no Sudoeste do Paraná, como se vê acima nos mapas com a projeção de evolução da frente fria do nosso modelo de alta resolução WRF, disponível ao assinante na seção de mapas. Como se observa, a tendência é o sistema enfraquecer ao se deslocar de Oeste para Leste pelos territórios catarinense e paranaense, praticamente perdendo atividade até alcançar São Paulo.

O sol aparece com nuvens na maior parte do Rio Grande do Sul nesta segunda, antecedendo a chegada da frente fria. O sistema é precedido por vento Norte quente e seco com rajadas fortes em alguns locais, que eleva a temperatura com calor na tarde desta segunda-feira. Ao meio-dia, os termômetros já marcavam quase 30ºC na Grande Porto Alegre e no Noroeste gaúcho.

No fim da tarde, a frente fria começa a ingressar pelo Oeste com chuva, raios e temporais isolados com risco de vendavais e granizo. A frente, então, avança rapidamente para o Noroeste, o Centro e o Sul do Estado até o fim do dia. No extremo Sul gaúcho, entretanto, o tempo já se instabilizou com chuva, mas a frente somente chegará à região a partir do Oeste entre o fim do dia e o começo da terça.

É alto o risco de temporais na passagem da frente fria com possibilidade tanto de vento forte como de granizo isolado, mas a maior preocupação é a ocorrência de vendavais. O sistema vai avançar velozmente e a troca de massas de ar, de quente para fria, será muito rápida, condições que favorecem vendavais.

Foto reprodução

Os vendavais, de forma isolada, podem ser fortes a intensos com potencial de danos. Como são eventos localizados, não é possível dizer exatamente quais cidades serão castigadas com mais força pelo vento, mas todas as regiões gaúchas têm risco de rajadas de vento na passagem da frente assim como Santa Catarina e o Sudoeste do Paraná. Há dados indicando vento muito forte, por exemplo, no Planalto Sul Catarinense com rajadas acima de 100 km/h e que no alto do Morro da Igreja e outros picos da região podem ser excepcionalmente fortes.

Foto reprodução

Ante o posicionamento da corrente de jato em baixos níveis no final do dia e nas primeiras horas da terça, o risco de vendavais isolados fortes será maior na Metade Norte gaúcha, em Santa Catarina e no Sudoeste do Paraná. Com o padrão divergente de vento (cisalhamento), mesmo o risco de atividade tornádica não pode ser descartado.

O ar frio que acompanha a frente traz acentuado declínio da temperatura nesta terça-feira. Depois do calor da tarde de hoje, o dia já começa frio em diversas cidades gaúchas amanhã, mas as mínimas ocorrem à noite, no final do período, na grande maioria dos municípios. À noite, na terça, pode fazer até 5ºC no Sul do Rio Grande do Sul e 8ºC na Grande Porto Alegre após uma tarde fria em que as máximas devem ficar entre 12ºC e 14ºC na maioria dos municípios.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS