5 julho 2022 11:50
5 julho 2022 11:50

Você sabe como nasce um brinquedo?

Uma breve história sobre a origem das maiores atrações dos pequeninos.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

Ao entrarmos em uma loja, nos deparamos com uma grande diversidade de brinquedos para escolhermos. Mas, você já se perguntou como surgiu aquela ideia e qual foi o processo para ele chegar até ali? Pode até parecer simples, mas os produtos da Fisher-Price passam por diferentes etapas antes de serem disponibilizados para as crianças. A luz está adequada? O som está alto ou a voz precisa ser alterada? O pequeno consegue carregar facilmente? Esses são alguns exemplos de perguntas que surgem durante o longo período de testes no Play Lab, o laboratório de brinquedos da Fisher-Price que fica em East Aurora (NY).

Criança Imagem é adulto em momento de descontração com um brinquedo. Imagem ilustrativa retirada da Internet.

Criado em 1961, um diferencial se comparado a outras fabricantes de brinquedos, o pioneiro método de pesquisa implementado pela fabricante inclui testes de segurança, qualidade e também de observação. Isto significa que é neste local que os especialistas em primeira infância se unem às crianças para, então, criarem os melhores brinquedos para o desenvolvimento infantil. No enorme espaço, os pequenos testadores, de recém-nascidos a oito anos de idade, têm o poder de ajudar os profissionais a avaliarem e aprimorarem as ideias de produtos. São eles, aliás, os grandes responsáveis por garantir que a marca esteja realmente entregando itens que encantam e enriquecem as crianças.

Tudo começa com uma ideia. E então, ainda como protótipo – muitas vezes sem pintura ou modelo – o conceito de brinquedo é apresentado aos pequeninos. A partir daí, os especialistas em desenvolvimento da primeira infância, os designers e os engenheiros passam a observar as crianças brincando enquanto fazem as descobertas dos detalhes. Para se ter uma ideia da importância desses testes, cerca de 450 ideias de brinquedos são testadas por ano, mas apenas metade chega às prateleiras de todo o mundo. E um dos motivos é que, o item precisa capturar a atenção e a imaginação da criança, mas também estimule seus sentidos, como coordenação olho-mão, senso de independência e confiança, trabalho em equipe e treinamento das habilidades motoras.

Durante todos os dias da semana, o Play Lab recebe cerca de 15 famílias para participar dos testes de brinquedos e acessórios para bebês. Nos encontros, os profissionais conversam com os familiares sobre as necessidades e expectativas atuais da Fisher-Price para ajudar as crianças a se desenvolverem por meio da brincadeira. Todos os familiares são voluntários que buscam as melhores opções para o desenvolvimento dos seus filhos. Os números impressionam: a cada ano, o Play Lab recebe cerca de 2.500 crianças e 1.850 pais participam dos métodos de pesquisa. É muita gente unido para levar os melhores produtos para muitas crianças.

No laboratório de testes, os verdadeiros especialistas em brincadeiras dão o veredito sobre os itens. Por meio de observações, e muitas vezes no contato pessoal, os especialistas fazem perguntas básicas para os pequenos, como “como essas luzes fazem você se sentir?” “O que você acha desse botão ser colocado nesse lugar?” “Essas cores te satisfazem?”, mas cruciais para entender as sensações da criança junto com o brinquedo. Além disso, as interações deles com os itens e as dinâmicas entre si também são observadas e essenciais para a pesquisa.

É por isso que o time se esforça para que a experiência ali dentro seja relaxante e confortável. Afinal, tudo que acontece ali importa, afinal se a criança não aprovar o item, a ideia é descartada.

PLAY LAB EM NÚMEROS

– Laboratório com mais de 60 anos de funcionamento

– 450 ideias de brinquedos são testadas por ano

– 2.500crianças no Play Lab e 1.850 pais participam anualmente

– 12 a 24meses é o tempo de testes dos brinquedos

– Mais de 7.500famílias em um raio de 50 milhas da sede da Fisher-Price, em East Aurora (NY) participam do banco de dados de pessoas que querem participar do Play Lab.

Thomas e Seus Amigos Super Torre.

Desafio:construir, a pedido dos pais, pistas que não precisassem ser desmontadas
Duração dos testes: 12-18 meses, testados pelo menos 2-5 vezes, incluindo testes em casa (“teste em casa” refere-se ao teste que os pais fazem em suas casas).
Objetivo dos especialistas: desenvolver a imaginação, curiosidade e trabalho em equipe, além de divertir as crianças com corridas divertidas e jogos de gravidade
Aprovação dos pequenos testadores:as crianças adoravam ver trens descendo pelos trilhos e controlar seus guindastes. Além disto, durante os testes em casa elas mostraram que era perfeito para brincar junto com irmãos e amigos

Imaginext DC Super Friends Tech BatBot

Imaginext DC super friends tech batbot.

Desafio:transformar um robô grande em um robô de batalha voador
Duração dos testes: 12-18 meses, testados pelo menos 2-5 vezes, incluindo testes em casa (“teste em casa” refere-se ao teste que os pais fazem em suas casas).
Objetivo dos especialistas: estimular a imaginação e a construção de uma narrativa; além da resolução de conflitos
Aprovação dos pequenos testadores: o brinquedo era tão grande que no primeiro teste do Play Lab, as crianças mostraram que o Batbot precisava de mais estabilidade no modo de voo e a solução encontrada foi alargar a base, o que também criou mais espaço para os lançadores móveis.

Fisher Price – Ginásio Pianinho Deluxe

Fisher Price – Ginásio Pianinho Deluxe.

Desafio: criar um produto que permitisse aos pequenos usar os dedos das mãos e dos pés durante as atividades no tapete musical
Duração dos testes: 12-18 meses, testados pelo menos 2-5 vezes, incluindo testes em casa (“teste em casa” refere-se ao teste que os pais fazem em suas casas).
Objetivo dos especialistas: Estimular o desenvolvimento sensorial e motor da criança e para incentivar o bebê a deitar e estender a mão no tapete, sentar ao piano e agarrá-los no alto, até mesmo rastejar sob o arco, os especialistas criaram um arco reposicionável que permite que a diversão continue e cresça o pequeno
Aprovação dos pequenos testadores:Enquanto os bebês balançavam as pernas, eles pressionavam as teclas e ouviam os sons e as músicas, portanto, eles adoraram descobrir como fazer ouvir e criar músicas com os dedinhos e pés!

Fisher Price Pirâmide de Argolas

Fisher price pirâmide de argolas.

Desafio: através de anos de observação, os especialistas do Play Lab observaram que bebês e crianças pequenas demonstram incríveis feitos de criatividade e inteligência. Por isso, o desafio era criar um brinquedo simples, bem projetado e que ao mesmo tempo seja uma poderosa ferramenta de aprendizado
Duração dos testes: 12-18 meses, testados pelo menos 2-5 vezes, incluindo testes em casa (“teste em casa” refere-se ao teste que os pais fazem em suas casas).
Objetivo dos especialistas: estimular a curiosidade e a descoberta; movimento sensorial e motor, com as atividades de agarrar e empilhar as argolas na pirâmide
Aprovação dos pequenos testadores:foi observado as crianças brincando com a Pirâmide de Argolas de muitas maneiras diferentes, portanto, certamente há muito mais neste brinquedo do que simples diversão de empilhar. De jogos de esconde-esconde através dos buracos do anel para aprender palavras como “ligar, desligar, vermelho, azul”, as crianças ensinaram que cinco anéis coloridos mais uma base de balanço equivalem a um brinquedo de grande aprendizado para elas.
Fun fact: O brinquedo Pirâmide de Argolas foi nomeado um dos 100 melhores brinquedos pela revista Time.

Fonte/ Portal Yahoo.com

 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.801 outros assinantes

ÚLTIMAS