6 julho 2022 9:16
6 julho 2022 9:16

Saúde retoma cirurgias eletivas de laqueadura e vasectomia

Por Agência do Acre

- Publicidade -

Como se diz popularmente, “decidiu fechar a fábrica?”, pois saiba que o Governo do Estado, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), oferece gratuitamente uma série de cirurgias eletivas (sem urgência), incluindo vasectomia e laqueadura tubária.

Os procedimentos de esterilização haviam sido suspensos durante o período de pandemia, mas retornaram na Fundação Hospitalar pelo médico urologista Felipe Oliveira e no Hospital Ary Rodrigues, em Senador Guiomard, pelo médico ginecologista Paulo Favini.

O planejamento familiar é um direito de todos. E é dever do Estado promover condições que assegurem o livre exercício desse planejamento. Como Referência Estadual em Panejamento Familiar, temos a Policlínica Tucumã para a instauração dos processos de solicitação e em breve outras Unidades de Saúde serão credenciadas e habilitadas para os municípios do interior do estado.

“Esse ano, oficializamos por intermédio da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) o Comitê Multiprofissional de Planejamento Reprodutivo do Estado do Acre. Nosso objetivo é que todos os municípios tenham equipes formadas e habilitadas para instaurarem processos. As cirurgias de laqueadura e vasectomia são realizadas semanalmente. Só de laqueadura, no mês de maio, realizamos a instauração de mais de 110 novos processos”, destacou Luciana Carvalho, gerente geral da Policlínica Tucumã.

As cirurgias acontecem semanalmente nas unidades de referência. Foto: cedida

Quem pode fazer:

Homens e Mulheres com capacidade civil plena e maiores de 25 anos de idade ou, pelo menos, com dois filhos vivos, desde que observado o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e o ato cirúrgico. Se os candidatos forem casados ou união estável, precisarão da assinatura de seus parceiros, conforme estabelecido na Lei 9.263/96.

Como solicitar:

Por lei, todos os interessados(as), em realizar o procedimento de esterilização precisam instaurar o processo, assinando um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A porta de entrada são as Unidades Básicas de Saúde (UBS), para realização da Ação Educativa Geral da Enfermagem, em seguida, o solicitante deve ser encaminhado a Policlínica Tucumã onde deverá apresentar o comprovante da Ação e o cartão do SUS para agendamento no Sistema de Regulação do Estado-SISREG para participar da Ação Específica com a equipe multidisciplinar (Assistente Social, Enfermeira e Psicóloga). Sendo o segundo e último passo que é referente a juntada de documentos no processo.

“Ao término da instauração com a equipe multidisciplinar, o processo é entregue após 60 dias ao usuário para que ele dê seguimento ao trâmite na Central de Agendamento de Cirurgias (CAC), localizado na Fundação Hospitalar, daí depois é só aguardar a ligação da equipe do CAC para a realização dos exames pré- operatórios e ser informado sobre a data de realização da cirurgia que foi manifestada a vontade mediante a Ação”, explicou Telma Castelan, psicóloga e coordenadora do Planejamento Familiar do Estado.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.859 outros assinantes

ÚLTIMAS