6 julho 2022 6:17
6 julho 2022 6:17

restrição a atletas trans na natação e é criticada

Jogadora de vôlei está afastada do esporte por quatro anos por uso de anabolizante.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

Tandara Caixeta, campeã olímpica com a seleção feminina de vôlei em Londres-2012, usou as redes sociais para comemorar a restrição imposta pela Federação Internacional de Natação (Fina) a mulheres trans em suas competições. Por esse posicionamento, a atleta, que atualmente cumpre quatro anos de suspensão por doping, foi detonada por outros internautas.

Segundo a nova política da Fina, que entrou em vigor na última segunda-feira, atletas trans que passaram pela transição após a puberdade masculina estão impedidas de participar de torneios femininos. Agora, apenas aquelas que completaram essa etapa até os 12 anos podem competir entre mulheres cis.

Em uma rede social, Tandara compartilhou a notícia e escreveu: “Como sempre disse, eu não sou contra ninguém, sou contra a injustiça. Essa regra deveria se estender a todos os esportes”.

Ao longo da madrugada desta terça-feira, a jogadora enfrentou uma enxurrada de comentários críticos à sua postagem. Muitos usuários lembraram que a própria Tandara está atualmente suspensa do esporte após ter sido condenada por doping à pena máxima de quatro anos de suspensão por uso de ostarina, um anabolizante que modula o metabolismo e ajuda no ganho de massa muscular.

Ela já havia sido afastada provisoriamente durante os Jogos de Tóquio-2020 pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem após o teste positivo e ainda pode apelar à Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça.

“Tandara, pelo amor de Deus, já não afundou o bastante não?”, escreveu uma internauta. “Doping pode?”, questionou outra. “Justo você, Tandara”, disse mais um.

Houve mais comentários irônicos, como o de um usuário que escreveu: “Tomar substâncias ilícitas é que é o correto”. Outro postou: “Doping é justo com atletas, Tandara?”

Também houve quem concordasse com a publicação da jogadora, que, afastada das quadras, decidiu concorrer a deputada federal pelo MDB de São Paulo nas eleições deste ano.

Fonte/ Portal EXAME

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.864 outros assinantes

ÚLTIMAS