27 junho 2022 10:29
27 junho 2022 10:29

Professora do AC que teve bebê após fazer curetagem em suposto aborto ganha R$ 15 mil na Justiça

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A professora Ianca Emanuela, de 26 anos, ganhou R$ 15 mil de danos morais por ter sido submetida a uma curetagem após um suposto aborto espontâneo em 2018. Ela procurou ajuda médica quando começou a sangrar, foi avisada que tinha perdido o bebê, fez o procedimento, mas continuou sentindo os sintomas da gravidez.

Após diversos exames, consultas médicas, desgaste emocional e perda de peso, Ianca descobriu em fevereiro de 2019 que continuava grávida. Heitor Gael nasceu em julho do mesmo ano sem nenhum problema de saúde.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.698 outros assinantes

ÚLTIMAS