3 julho 2022 10:55
3 julho 2022 10:55

Polícia Civil realiza mutirão de conciliação na 1° Regional de Polícia Civil

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Na manhã desta quinta-feira, 2, a Polícia Civil, por meio do Núcleo de Segurança Comunitária e Pacificação Social (Pacificar), realizou mutirão de conciliação na 1ª Regional de Polícia Civil atendeu mais de trinta processos de mediação de conflitos.

Coordenado pela Polícia Civil desde 2019, o Núcleo Pacificar tem caráter totalmente social e atua há mais de quatro anos com o objetivo de dar maior celeridade nos trabalhos realizados e desafogar o número de casos de menor potencial ofensivo.

Esta ação do Pacificar tem como fator principal, desafogar o judiciário, evitar conflitos que geram demanda judicial, prestar orientação jurídica e mediar conflitos que possam gerar processos que, na maioria das vezes, podem ser resolvidos com diálogo.

Desde o início do ano já foram realizados mais de 300 acordos com mediação de conflitos evitando demanda judicial.

A delegada da Polícia Civil do Acre e coordenadora do Núcleo Pacificar, Delegada Carla Ívane de Brito, destaca de forma positiva a ação que está sendo realizada.

“Essa ação do Pacificar é uma ação de grande importância porque você dá celeridade nos processos que por ventura se encontravam parados nas delegacias, reduzindo a demanda e assim as equipes policiais tem mais tempo para se dedicar aos crimes de médio e alto potencial ofensivo e também reduz o número de inquéritos que seriam enviados a judiciário”, destacou delegada Carla Ívane.

O Diretor-Geral da Polícia Civil, José Henrique Maciel, destacou a importância do trabalho que Policia Civil vem realizando na mediação de conflitos.

“A supremacia do interesse público sempre será prioridade para a Policia Civil do Acre e com essa visão é que entendemos que a conciliação é uma ferramenta de prevenção à criminalidade, casos simples estão sendo resolvidos com diálogo e adotamos essa pratica de forma permanente para evitar que esses conflitos venham contribuir para o aumento nos índices de violência no Estado”, destacou o Delegado Geral José Henrique Maciel.

Fonte: Ascom/PCAC

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.750 outros assinantes

ÚLTIMAS