10 agosto 2022 3:15
10 agosto 2022 3:15

Nvidia e ONU lançam parceria para monitorar desastres climáticos

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

A Nvidia anunciou, na última sexta-feira (24), uma colaboração com o Centro de Satélites das Nações Unidas (UNOSAT) para desenvolver ações de gerenciamento do clima. Com o objetivo de apoiar a Agenda de Desenvolvimento Sustentável da ONU em 2030, a parceria fará com que soluções de inteligência artificial da empresa de tecnologia sejam utilizadas para observar a Terra.

A UNOSAT utilizará sistemas como o NVIDIA DGX para potencializar a infraestrutura de tecnologia de imagens de satélite para realizar tarefas como avaliação de impactos de um ciclone tropical nas Filipinas ou uma erupção vulcânica em Tonga, por exemplo.

O serviço de mapeamento de emergência da UNOSAT utiliza visão computacional e análise de imagens de satélite para obter informações precisas sobre desastres complexos, sendo que a análise é feita quase em tempo real e é fundamental para gerenciar eventos de desastres climáticos.

Nvidia

Com essas informações em mãos, grupos e entidades que realizam trabalhos humanitários podem tomar medidas rápidas e eficazes de combate aos desastres e auxílio das populações afetadas. Além disso, os dados, que são compilados por inteligência artificial, também valem para guiar políticas públicas de desenvolvimento sustentável.

“Essa é uma aplicação que fará a diferença para as gerações não só futuras, como prevenirá muitos desastres que aconteceriam nos próximos anos”, disse Márcio Aguiar, diretor da divisão Enterprise da NVIDIA para América Latina.

Einar Bjørgo, diretor da UNOSAT, argumentou que a parceria permitirá fechar o ciclo desde a pesquisa de IA até a implementação das soluções climáticas no menor tempo possível. Segundo ele, isso garante “que as populações vulneráveis possam se beneficiar da tecnologia”.

Curso gratuito

A colaboração entre Nvidia e UNOSAT criou um programa gratuito de treinamento de cientistas de dados do mundo todo. Sobre isso, serão oferecidos cursos gratuitos do Deep Learning Institute para os acadêmicos.

Keith Strier, vice-presidente global de iniciativas de IA na NVIDIA, pontuou que os cursos servirão para desenvolver e implantar modelos acelerados por GPU que melhoram a previsão de enchentes.

Satélite

O módulo para o curso online e gratuito do Deep Learning Institute foi desenvolvido pela UNOSAT e se chama “Monitoramento de Riscos de Desastres por Imagens de Satélite”. Ele é o primeiro de muitos cursos planejados pela NVIDIA focados na ação climática para a comunidade global do setor público.

“Nosso objetivo é democratizar o acesso à computação acelerada para ajudar os países a treinar modelos de deep learning mais precisos e capazes de melhor prever e responder a diversos desastres humanitários e naturais”, afirmou Strier.

Fonte/ Portal Tecmundo

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS