5 julho 2022 4:53
5 julho 2022 4:53

‘Não tinha como a criança respirar’, diz mulher que achou bebê em saco dentro de lixo

Josenita José da Silva, de 71 anos, é técnica de enfermagem aposentada e mora no Nordeste de Amaralina, em Salvador, há mais de 50 anos. Ela prestou os primeiros socorros à menininha.

Por G1Ba

- Publicidade -

A técnica de enfermagem aposentada Josenita José da Silva, de 71 anos, relatou, nesta sexta-feira (3), como encontrou e prestou socorro à bebê encontrada no lixo, no bairro Nordeste de Amaralina, em Salvador. Ela contou que varria a porta de casa quando viu o saco plástico onde estava a recém-nascida.

Conhecida como “Joca”, a aposentada é moradora do bairro há mais de 50 anos. Segundo ela, o material estava fechado e molhado, já que choveu em Salvador na madrugada desta sexta. Como escutou murmuros, teve a curiosidade de averiguar o pacote.

“Parecia uma caixa, não tinha como a criança respirar. Quando eu abri, a criança estava toda cianótica [com insuficiência respiratória]”, detalhou.

“A criança estava toda suja. Aí chamei a vizinhança, pedi para trazer uma roupa limpa. [Em seguida], levei ela para minha casa, dei um banho, corte o cordão umbilical e fiz o curativo”, complementou.

Segundo os moradores, a dona de casa Ana Paula Silva foi responsável por alimentar a criança com leite materno. Em entrevista ao Bahia Meio Dia, telejornal da TV Bahia, ela comenrou o ocorrido.

“Dei mama, botei [o leite] dentro de um potinho e doei. A criança estava com fome, toda suja, dentro do lixo, coitadinha”.

Bebê é encontrada dentro de lixo no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Após os primeiros cuidados feitos pelos moradores, a Polícia Militar foi acionada e os agentes levaram a recém-nascida para o Hospital Geral do Estado (HGE). De lá, a recém-nascida foi regulada para a Maternidade José Maria Magalhães, no bairro do Pau Miúdo. Não há detalhes sobre o estado de saúde dela, contudo, aparentemente, a menininha estava bem.

Essa foi a primeira vez que Josineta encontrou uma criança nessa situação. “Já fiz parto na rua, mas nunca tinha encontrado uma criança dentro do saco. É desumano”, desabafou.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca) tenta localizar os responsáveis por abandonar a garotinha. O g1 entrou em contato com o Conselho Tutelar, para obter mais informações a respeito do caso, no entanto, o órgão afirmou que ainda não foi notificado.

Bebê foi achada por Joca, no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador — Foto: Jefte Rodrigues/TV Bahia

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.798 outros assinantes

ÚLTIMAS