6 julho 2022 2:39
6 julho 2022 2:39

Jogadores da seleção do Canadá fazem greve e amistoso é cancelado

Seleção do Canadá conseguiu vaga na Copa do Mundo após mais de 35 anos de ausência.

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

Os jogadores da seleção do Canadá se recusaram a enfrentar o Panamá, em jogo amistoso marcado para o último domingo, devido ao impasse nas negociações em torno da distribuição e dos valores dos prêmios relacionados com a qualificação para o próximo Mundial do Catar.

Em comunicado, os jogadores da equipe canadense assumiram a sua insatisfação pelo comportamento da federação local, pedindo desculpas aos torcedores dos dois países.

É um grande privilégio e responsabilidade representar e jogar pelo nosso país. Atuamos em vossa defesa, em nossa e das próximas gerações”, explicaram os jogadores, em comunicado, depois de já terem recusado treinar nos últimos dois dias.

Em causa, segundo os jogadores, está a evolução do futebol no Canadá, bem como a igualdade de prêmios com a seleção feminina, sexta do ‘ranking’ FIFA e medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Tóquio2020.

“Queremos uma liderança que possa otimizar o momento positivo da seleção e que gere receitas a utilizar na evolução da modalidade no país. Uma distribuição equitativa de rendimentos com a seleção feminina, incluindo a mesma percentagem sob os prêmios de participação no Mundial. O desenvolvimento da liga feminina e prêmios de participação que incluam 40% das receitas provenientes da participação no Mundial”, lê-se numa lista de exigências divulgada pela comunicação social do país da América do Norte.

Foto arquivo retirada da Internet.

Em comunicado, a federação canadense apenas informou que o encontro com a Panamá tinha sido cancelado. Vale lembrar que o Canadá conseguiu voltar ao Mundial depois de 35 anos, já que sua última participação aconteceu no México, em 1986.

Fonte/ Portal Yahoo

 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.850 outros assinantes

ÚLTIMAS