17 agosto 2022 5:54
17 agosto 2022 5:54

Homem é preso após estuprar menina de 11 anos na frente da avó dela

Segundo polícia, homem é companheiro da avó da menina e mantinha mulher em cárcere privado. Caso ocorreu em São Miguel do Araguaia (GO)

Por metrópoles

- Publicidade -

Um homem foi preso em flagrante, suspeito de praticar lesões corporais e cárcere privado contra a companheira, e de ter abusado sexualmente da neta dela, de 11 anos. Segundo a Polícia Civil de Goiás, a avó foi obrigada a presenciar a violência sexual contra a menina.

O suspeito foi preso na tarde dessa segunda-feira (27/6), em São Miguel do Araguaia, no norte do estado. No entanto, os fatos ocorreram na madrugada de sábado para domingo (25 e 26/6), na residência da vítima, uma pequena propriedade rural de difícil acesso que fica a cerca de 10 km de distância do perímetro urbano do município.

De acordo com a corporação, enquanto praticava o abuso, o suspeito afirmou que cortaria o pescoço das vítimas, caso contassem o fato para alguém. Tal ameaça se estendeu à irmã da criança abusada, de sete anos de idade, que estava no quarto ao lado, ouvindo os ruídos das agressões e os gritos de desespero de sua avó e de sua irmã mais velha. Para agravar mais a situação, a companheira do agressor estava incomunicável, pois o homem havia quebrado o celular dela há alguns dias do ocorrido.

Prisão

Conforme a PCGO, ao tomar conhecimento dos fatos, foi determinada a realização de diligências no local, ocasião em que o agressor foi localizado e capturado. O homem foi preso pelos crimes de cárcere privado, na modalidade qualificada, de violência psicológica e de lesão corporal praticada no contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher. O homem está preso na unidade prisional local, onde aguarda a audiência de custódia.

Além disso, também foi instaurado inquérito policial para apurar crimes de estupro de vulnerável, bem como será realizada representação criminal pela sua prisão preventiva, visando à garantia da ordem pública e à proteção das vítimas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS