14 agosto 2022 11:49
14 agosto 2022 11:49

Gladson Cameli deve assumir direção do PP nesta quarta-feira, acabar tensão na agremiação e passar a conduzir a chapa de sua reeleição

Isso significa que a senadora Mailza Gomes, que nunca foi votada pelo eleitor acreano, deverá disputar vaga na Câmara Federal.

Por Tião Maia, da Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A tensão e a corda continua esticada na sede do PP (Partido Progressista), sigla a qual o governador do Estado, Gladson Cameli, é filiado, e pela qual pretende concorrer a mais um mandato nas próximas eleições. A tensão e outros problemas partidários enfrentados pelo governador, e o grupo que apoia sua candidatura à reeleição, atende por Mailza Gomes, a suplente de senadora do PP, que assumiu o mandato como titular por quatro anos, exatamente em função da eleição de Gladson Cameli para o cargo de governador, em 2018, e que agora estaria se rebelando, como na fábula da criatura que se volta contra o criador, impondo ser candidata à reeleição como senadora, sem que o eleitor acreano jamais tenha votado em seu nome para qualquer cargo eletivo.

Pessoas do entorno de Mailza Gomes, no entanto, continuam divulgando, que a atual senadora tem o aval da direção nacional para se manter no cargo de presidente regional, e assim disputar a vaga de senadora. Nesta condição, ela teria, inclusive, poder para até vetar a candidatura de Gladson Cameli à reeleição.

Ligada ao prefeito Tião Boclaom, vice-presidente regional do PP, e que já declarou apoio ao senador Sérgio Petecão, que vai disputar o governo contra Gladosn Cameli pelo PSD, Mailza Gomes já é identificada como uma pessoa que vem jogando contra os interesses de seu Partido. Ela seria agora apoiadora de Sérgio Petecão, e estaria trabalhando para criar dificuldades para o atual governador e contra o PP, assuntos que já são de conhecimento da direção partidária em Brasília.

Essa corda de tensão, no entanto, será quebrada nesta quarta-feira, conforme informam pessoas do entorno do governador.

De acordo com essas pessoas, esta quarta-feira será fatal: Gladson Cameli deverá assumir a direção do PP, que é presidido atualmente exatamente por Mailza Gomes, e, nesta condição, passar a articular as regras em relação a sua própria reeleição, e a formação da chapa com a qual deve concorrer. Gladson Cameli, não esconde de ninguém que o candidato ao Senado de sua preferência é o deputado federal Alan Rick, do União Brasil. Nesta composição, restaria à Mailza Gomes ser candidata a deputada federal e, a partir daí, dimensionar se ela tem ou não os votos que imagina ter.

O governador Gladson Cameli, deve assumir a direção regional do PP com a anuência da presidência nacional, e as bênçãos do chefe do gabinete civil de Jair Bolsonaro, o senador Ciro Nogueira, presidente nacional da sigla. Uma das estratégias de Cameli, ao voltar a assumir a direção da sigla, é ainda segundo a fonte, ao invés de chegar aglutinando o Partido, trazendo de volta à sede da agremiação, na rua Ladislau Ferreira, no bairro Abrão Allab, de velhos militantes afastados e desgostosos com a condução partidária sob Mailza Gomes.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS