5 julho 2022 5:47
5 julho 2022 5:47

Ex-BBB Natália Deodato fica abalada após ser acusada de roubo em hotel de luxo: ‘Porque sou preta’

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Natália Deodato surgiu abalada nas redes sociais nesta sexta-feira (3) ao relatar humilhação durante uma viagem ao México. Ex-BBB foi acusada de roubo em seu primeiro compromisso internacional. Segundo a designer de unhas, tudo aconteceu quando ela encontrou uma bolsa no saguão do hotel no qual estava hospedada.

“Eu estava no saguão e tinha uma bolsa jogada no saguão e eu peguei com a pontinha da mão e fui levar para o moço da recepção. Quando cheguei lá tinha um moço e ele começou a gritar falando em outra língua. Eu deixei a bolsa, disse que estava jogada no chão sem ninguém e entreguei”, explicou.

“Ele me disse que o cara era o dono. Ele [o dono] começou a gritar comigo e o pior de tudo: porque eu sou preta. Ele falou que eu tinha pegado, como se eu precisasse pegar as coisas de alguém”, acrescentou.

Com lágrimas nos olhos, Natália contou que os atendentes ficaram constrangidos. “Eu falei: pode abrir, vê se aconteceu. Ele abriu e viu que não tinha sumido nada. Ele continuou me acusando. Nunca precisei passar por isso”, afirmou a modelo.

Natália Deodato expõe caso de racismo em viagem

Essa não foi a primeira experiência ruim da viagem: assim como outras famosas, Natália Deodato também foi barrada em um restaurante por causa da roupa e impedida de sentar em uma mesa. Ela apontou o racismo na conduta dos funcionários.

“No dia que chegamos fomos proibidos de entrar no restaurante porque estávamos de calça jeans e jaqueta, e não podia. Mas não foi por causa disso. A gente pediu a mesa e eles não nos deixaram sentar onde queríamos. Eles nos colocaram para sentar em outra mesa”, detalhou.

Natália acredita que tenha sido uma questão racial. “É fod*. Muito fod*. Ainda bem que estou aqui com pessoas maravilhosas. Tenha sempre pessoas boas ao seu redor. Não se deixem abater pelas situações. Não deixem as pessoas te diminuírem. Fiquei muito triste! Mas graças a Deus estou um pouco melhor. Precisamos falar sobre o preconceito até que ele não exista mais!”, completou.

Fonte: Purepeople

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.798 outros assinantes

ÚLTIMAS