6 julho 2022 12:27
6 julho 2022 12:27

Disputa acirrada nas águas

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

A maior competição do mundo dos esportes aquáticos, depois das Olimpíadas, começa hoje. Mas se engana quem pensa que só a natação terá suas provas disputadas até o dia 3 de julho.

Mas o brasileiro ama a natação. As provas em mundiais rolam na piscina longa, aquela usada nas Olimpíadas, com 50 metros de distância do bloco de saída até a outra extremidade.

Os mundiais, desde 2001, acontecem de dois em dois anos, sempre nos anos ímpares. A edição deste ano é uma realocação da que aconteceria em 2021, no Japão, e tinha sido transferida para 2023, mas a FINA entrou em acordo com a Hungria e definiu que rolaria neste ano.

Vale ficar de olho em quem? As estrelas do show são Caeleb Dressel, Katie Ledecky e Kaylee McKeown, que prometem ser os papa-medalhas desse Mundial. Combinados, eles foram responsáveis por absurdas 10 medalhas olímpicas em Tóquio.

O Brasil, que inclusive, já levou 42 medalhas em Mundiais de piscina longa e deposita suas esperanças nessa edição em Ana Marcela, na maratona aquática, Bruno Fratus, nos 50m livre, Fernando Scheffer, 200m livre, e Nicholas Santos, 50m borboleta.

Fonte/ Portal Thenewscc.com

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.860 outros assinantes

ÚLTIMAS