3 julho 2022 9:28
3 julho 2022 9:28

Cooperativas do Acre são fortalecidas com a aquisição de equipamentos pelo governo

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Visando fortalecer o cooperativismo, o governo do Acre vai adquirir equipamentos para as cooperativas Laço Forte, que oferta serviços de marcenaria, e a Artesanato Amazônico – Paiol, que trabalha com costura e bordado.

A Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet) firmou, na manhã desta segunda-feira, 6, termo de fomento junto às cooperativas. O recurso é fruto de emenda parlamentar do deputado estadual Pedro Longo.

O cooperativismo é um movimento social e econômico que une pessoas em torno de um mesmo objetivo, tendo os resultados compartilhados.

Estiveram presentes, o deputado estadual Pedro Longo, o presidente das Cooperativas Brasileiras no Acre, Valdemiro Rocha, e o secretário de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas. Foto: Alice Leão/Seet

“Agradecemos ao deputado Pedro Longo por acreditar no cooperativismo, no associativismo, que gera renda e trabalho para muitas famílias do nosso Acre. Esse é um braço de atuação da nossa pasta”, reforçou o secretário de Estado de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas da Costa.

O deputado estadual Pedro Longo destacou que considera que a emenda é bem aproveitada quando ela gera frutos para a população.

“Esse é o tipo de recurso que consideramos bem aproveitado, pois chega na ponta e traz empoderamento para os nossos acreanos. Conheço o trabalho das duas cooperativas e fico feliz por contribuir com esse trabalho, que gera renda para diversas famílias”, frisou o deputado.


Cooperativismo é um movimento social e econômico que une pessoas em torno de um mesmo objetivo. Foto: Alice Leão/Seet.

Cooperativas beneficiadas

A Cooperativa Laço Forte existe desde 2017 e atua desenvolvendo marcenaria e serralheria ambiental, fazendo o reaproveitamento de peças em palete, MDF e madeira.

Ela vai receber R$ 15 mil em equipamentos como esquadrejadeira, máquina de solda mig, lixadeira, serra de bancada e outros. Todos ajudarão no acabamento das peças.

“Esse maquinário vai colaborar com o trabalho mais artesanal, com o acabamento das peças. Por isso, é muito importante para a gente”, garante o presidente da Cooperativa, Henrique Camargo.

Já a Cooperativa Paiol tem 15 anos de atuação e atualmente conta com 50 cooperados no Acre inteiro. Desenvolve cursos de costura e bordado.

Poliana Maia desenvolve um importante trabalho de resgate das bordadeiras acreanas. Foto: José Caminha/Secom.

O investimento de R$30 mil visa a realização de 4 oficinas de bordado à mão no município do Bujari e uma oficina de corte e costura básica em Cruzeiro do Sul, atendendo cerca de 100 pessoas.

“Esse investimento vai nos ajudar a retomar o trabalho que paramos com a pandemia. Estávamos sem recurso para recomeçar. Desde que criamos a cooperativa, é a primeira vez que conquistamos esse tipo de recurso. Por isso, queremos agradecer pela sensibilidade dos gestores e do deputado”, frisa Poliana Maia, presidente da Paiol.

Fonte: Agência do Acre

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.749 outros assinantes

ÚLTIMAS