5 julho 2022 4:34
5 julho 2022 4:34

Agricultor condenado por estuprar menino e ameaçar matar família dele caso denunciasse é preso

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Um agricultor, de 39 anos, foi preso nesse sábado (4) por estuprar um menino de 16 anos em São João da Baliza, região Sul de Roraima. Contra ele, havia um mandado de prisão que foi cumprido pela Polícia Civil. O crime ocorreu em 2019.

Pelo crime, o agricultor foi condenado a 17 anos, nove meses e dez 10 dias. Ele foi preso no sítio onde vivia, na vicinal 24, no KM 05, de São João da Baliza. Além de estuprar o menino, ele ainda o ameaçava, falando que mataria familiares caso denunciasse o crime.

O crime foi denunciando à Polícia Civil em 2019 pela vítima e a mãe. O agricultor era vizinho dos avós do menino.

“A vítima relatou que morava com os avós e que o infrator era vizinho. Ele iniciou a prática do crime quando o adolescente tinha 16 anos, sempre quando estava sozinho. Inicialmente o infrator apalpava a vítima e, posteriormente consumou o ato sexual, o que ocorreu por diversas vezes e, sempre com ameaças de matar familiares do jovem, caso contasse o que estava acontecendo”, informou a Polícia Civil.

O adolescente, à época, contou para uma amiga o que estava acontecendo e ela o orientou a contar tudo à mãe dele. Com isso, a vítima conseguiu pedir ajuda aos familiares e, assim, foi possível denunciar o infrator. O menino, segundo a polícia, devido as ameaças que sofria, tentou o suicídio.

O acusado foi processado pelo crime e condenado pela Justiça. Segundo a polícia, ele negou a violência, “alegando ter sido consensual.”

Ele foi preso durante a operação Hórus/Vigia, durante ação de agentes da Seção de Investigação e Operação da delegacia de São João da Baliza e policiais militares. Depois de preso, ele passou por audiência de custódia e, depois, foi levado ao presídio.

Foto: G1RR

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.800 outros assinantes

ÚLTIMAS