23 maio 2022 8:07
23 maio 2022 8:07

“Vamos voltar para o Flamengo?”: declarações de Jesus de que não foi procurado pegam mal no clube

Bruno Spindel e Marcos Braz tentaram retorno do treinador em reunião realizada em 21 de dezembro, dois dias antes de jogo com o Porto.

Por Da redação Ecos da notícia

As declarações de Jorge Jesus a respeito de Flamengo e Paulo Sousa reveladas nesta quinta-feira pelo UOL tiveram péssima repercussão no Ninho do Urubu. O comando do futebol não engoliu o fato de ele ter tratado o encontro em sua residência em Cascais, em Portugal, no dia 21 de dezembro, como “obrigação social”.

– A conversa foi superficial e em momento algum me fizeram um convite ou, ao menos, me perguntaram se eu queria voltar. E aquele era um momento difícil, pois, se eu pedisse demissão do Benfica, teria que pagar uma multa de 10 milhões de euros. Por isso, tinha sugerido que só viajassem para Portugal em final de janeiro, quando a situação seria mais fácil para negociar. Mas quiseram ir em dezembro e a sensação que tenho é que, quando me visitaram, já tinham tomado a decisão de contratar o Paulo Sousa. Foram apenas cumprir uma obrigação social comigo – disse Jorge Jesus ao blog do jornalista Renato Maurício Prado.

Fonte/ge.globo.com

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.222 outros assinantes

ÚLTIMAS