30 junho 2022 11:55
30 junho 2022 11:55

Turista italiano espancado por Ícaro Pinto em Ilhéus, em 2013, depõe por vídeo e complica ainda mais do principal implicado na morte de Jonhliane Paiva

Julgamento deve ser encerrado hoje após três dias de sessão e sentença deve confirmar condenação dos acusados

Por Tião Maia, da Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A situação do principal implicado na morte da comerciária Jonhliane Paiva, Ícaro José Pinto, complicou-se ainda mais nesta quinta-feira, 19, no terceiro dia de julgamento da 2ª Vara Criminal do tribunal do Júri Popular de Rio Branco (AC), na qual ele e outro motorista, Alan Lima, estão sendo julgados pela morte da vítima. Durante o reinício da sessão deste terceiro dia de julgamento, entre os debates da defesa e acusação, o promotor de Justiça Efrahim Mendonza Filho e seus assistentes apresentaram aos jurados o depoimento de um turista italiano, através de vídeo, no qual Icaro José Pinto é acusado de tê-lo espancado em Ilheús, na Bahia, sete anos da morte da comerciária, que denota o caráter violento do acusado.

O julgamento deve ser encerrado ao final da tarde de hoje, com a divulgação da sentença da comerciária. O turista italiano chama-se Marco Belli e, no depoimento, pede que Ícaro Silva seja culpado pela morte de Jonhliane Paiva. Ele disse ter sido espancado pelo réu, seu irmão Jonathas David da Silva, que é médico, além de um primo, Marco Vinicius Gonçalves Pinto, também médico, dentro de um bar chamado Mar Aberto, na cidade de Ilhéus.

O caso, segundo consta no inquérito processual impetrado na 1ª Vara Criminal de Ilhéus, aconteceu na madrugada do dia 8 de junho de 2013. “Estamos aqui para mandar forças para a mãe de Jonhliane, que perdeu sua filha. Sei que essa é uma dor que ficará para o resto de sua vida. Queremos que Ícaro seja punido. Também aguardo Justiça pelo que aconteceu comigo. Ele não merece está solto“, disse Marco Belli, no vídeo.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.747 outros assinantes

ÚLTIMAS