23 maio 2022 8:09
23 maio 2022 8:09

‘Professora, se um pai bater na filha é crime?’, pergunta criança após afirmar ter recebido chineladas

Polícia Militar foi acionada na escola e menina disse que apanhou após não conseguir 'passar um caderno a limpo'. Suspeito não foi localizado.

Por g1 Minas — Belo Horizonte

A Polícia Militar foi chamada em uma escola do bairro Liberdade, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, nesta quinta-feira (5), após uma menina de 10 anos afirmar ter recebido chineladas do pai.

Ela perguntou à professora: “se um pai bater na filha é crime?”.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, diante do questionamento da aluna, a professora perguntou se o fato tinha acontecido com a menina, que acenou a cabeça indicando que sim.

Na versão da garota, nesta quarta-feira (4), ela não conseguiu “passar o caderno a limpo” e, por isso, apanhou. As chineladas deixaram marcas nas pernas da criança.

O Conselho Tutelar também foi acionado e a avó paterna da aluna foi chamada na escola. A mulher contou que estava na mesma casa que o filho e a neta, mas não viu as agressões pois estava em outro quarto.

No entanto, ao ouvir o choro da menina, foi até lá. O filho dela estava nervoso e, por esse motivo, preferiu deixar a conversa para depois, segundo o boletim de ocorrência.

Acompanhada da avó, a menina foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, onde ela foi atendida e passou pela assistente social.

Militares fizeram rastreamento na região, mas o pai da criança não foi encontrado para prestar esclarecimentos.

A Polícia Civil disse que instaurou inquérito policial e diligências estão em andamento na Delegacia Especializada em proteção à Criança e ao Adolescente.

Veja também:

Agressão contra crianças: veja como denunciar

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.222 outros assinantes

ÚLTIMAS