6 julho 2022 6:14
6 julho 2022 6:14

Prefeita de Brasiléia ganha destaque entre administradores municipais por obras estruturantes, mas é o trabalho social que mais a orgulha

Fernanda Hassem destaca sua administração na área e saúde e diz que objetivo é cuidar das pessoas e devolver a autoestima

Por Tião Maia, da Redação do Ecos da Notícia

- Publicidade -

Administrada pela prefeita Fernanda Hassem (PT), que está no meio de seu segundo mandato, a Prefeitura de Brasiléia é destaque em qualquer consulta sobre as melhores gestões dos municípios acreanos e brasileiros.

A causa disso são obras estruturantes tanto na zona urbana como rural do município executadas pela pela Prefeitura do Município.

Muito deste trabalho tem a ver com a recuperação das vias da cidade, praticamente todas destruídas nas grandes enchentes seguidas que atingiram Brasiléia nos últimos anos e que mereceram da administração municipal muito esforço para recuperar toda a cidade.

O trabalho coloca a prefeita Fernanda Hassem entre as melhores administradoras do Estado, senão a melhor executiva da safra dos novos prefeitos a partir de 2016, razão pela qual a gestora foi, ao longo dos últimos anos, cortejada para voos mais altos na política, com o oferecimento de disputa de mandatos na esfera estadual e federal ou cargos no executivo estadual, tanto em partidos de matizes de esquerda como de direta.

A prefeita agradeceu aos convites mas preferiu continuar trabalhando por Brasiléia, executando o plano de governo ao qual se propôs tanto no primeiro como no segundo mandato.

A própria Fernanda Hassem não esconde que, se a popularidade e o reconhecimento da população de Brasiléia e de políticos dos mais diferentes matizes ideológicos a deixam orgulhosa pelo trabalho em obras estruturantes, há um outro setor, menos visível, que também a orgulham muito como gestora.

“É o trabalho de investimento nas pessoas, na busca por sua autoestima, em sua saúde”, ela mesma define.

É no setor de saúde que o trabalho da Prefeitura sob a administração de Fernanda Hassem também se destaca. Graças às parcerias com os governos do Estado e Federal, a Prefeitura vem realizando mutirões de saúde com atendimentos em várias áreas.

A parceria com o governo do estado rendeu ao município uma clínica que vai cuidar de doenças renais no município, inaugurada na semana passada pelo governador Gladson Cameli e pela prefeita Fernanda hassem.

Trata-se de uma parceria com a iniciativa privada, ao custo de 5 milhões por ano, que permitir´aos pacientes com doenças renais crônicas e que precisavam se deslocar até Rio Branco para tratamento de hemodiálise, agora possam fazer o tratamento ao lado de seus familiares e amigos, perto de casa. O paciente José Pinheiro de Epitaciolândia, é um dos 30 da região que precisavam vir a Rio Branco pelo menos três vezes por semana para a hemodiálise no Hospital da Fundação Hospitalar.

“O pior não é vir. É a volta, numa viagem de pelo menos quatro horas, numa van, com a gente já debilitado por passar horas na máquina de hemodiálise”, contou.

“Esse sofrimento vai ter fim”, disse o governador, sob aplausos da prefeita e  sua equipe de saúde.

Tamanho esforço da gestão municipal em relação á saúde, graças também ao trabalho do secretário municipal da área, Francelino Barbosa, e de sua equipe, vem tendo lá suas compensações. Brasiléia é o primeiro município, do Acre, a ser contemplado com o programa federal “Médicos pelo Brasil” (MpB), o qual visa melhorar os atendimentos à população tanto da área rural quanto urbana.

As Unidades Básicas de Saúde que serão atendidas por novos profissionais são a “José Maria” e a unidade do Km 68.

Na semana passada, na Secretaria Municipal de Saúde de Brasiléia, duas novas médicas, do programa “Médicos pelo Brasil”, tomaram posse no município. O programa tem como objetivo estruturar a carreira médica federal em localidades com dificuldades de fixação de profissional, além de alta vulnerabilidade social – casos de Brasiléia. O programa vai substituir gradativamente os Mais Médicos.

Há diferenças significativas entre os dois e, para que, durante o período de implementação do MPB, as equipes de saúde não fiquem sem os profissionais, ambos os programas seguirão vigentes durante a transição.

Para o secretário de saúde, Francélio Barbosa, a chegada das novas profissionais de saúde ajudará a continuar desenvolvendo as políticas públicas. “Os munícipes serão os mais beneficiados com atendimento nas unidades, encaminhamento médicos, atendimentos em clínicos gerais garantindo qualidade de vida a população. Brasiléia é o primeiro município acreano a ser contemplado com o programa, destacando-se no atendimento em saúde”, informou Francélio Barbosa.

Segundo a médica Ercilia Roberta, de Cruzeiro do Sul, o Médicos pelo Brasil é um programa de excelência que leva melhorias a população.

“Estou entrando como médica bolsista em formação como médica da família e comunidade que é uma área essencial para as comunidades e as pessoas que nela residem, e só quem tem a ganhar é a população”, ressaltou Ercilia Roberta.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.864 outros assinantes

ÚLTIMAS