4 julho 2022 5:40
4 julho 2022 5:40

Mulher suspeita de utilizar colher para queimar os filhos deixa a delegacia após prestar depoimento

Rayanni Alves da Costa Dutra, de 24 anos, foi denunciada pelo pai das crianças. O delegado responsável pelas investigações disse que vai apurar se há registros de tortura contra as crianças de 3 e 6 anos.

Por G1

- Publicidade -

Rayanni Alves da Costa Dutra, de 24 anos, suspeita de utilizar uma colher para queimar os próprios filhos, de 3 e 6 anos, deixou a delegacia após prestar depoimento, na última sexta-feira (27).

O delegado responsável pelas investigações disse que vai apurar se há registros de tortura e maus tratos contra as crianças de 3 e 6 anos.

Rayanni foi presa na tarde de sexta, após o pai das crianças ligar para a polícia e informar que ela praticava maus tratos contra os filhos.

Segundo a denúncia, ela teria aquecido uma colher para queimar a pele dos braços das crianças, na casa dos avós maternos.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, as crianças, de 3 e 6 anos, apresentavam marcas de queimaduras — Foto: Reprodução TV Globo

Os policiais foram até o local, na comunidade do Miriambi, em Alcântara, São Gonçalo, município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Contudo, os agentes não encontraram Rayanni no local.

A mãe das crianças estava escondida no bairro Jardim Catarina, onde os policiais a localizaram e efetuaram a prisão.

Ela foi levada para a 74ª DP (Alcântara), onde o delegado responsável pelas investigações também ouviu os depoimentos do pai e dos avós das crianças.

Os dois menores ainda não foram ouvidos pelas autoridades policiais, mas estiveram no Instituto Médico Legal (IML) para fazer a perícia nos ferimentos.

Neste sábado, o pai dos meninos levou os filhos para serem atendidos no Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.770 outros assinantes

ÚLTIMAS