20 maio 2022 6:00
20 maio 2022 6:00

Julgado em duas sessões ao mesmo tempo, acusado de ser matador de facção é condenado a mais de 40 anos

Por Redação Ecos da Notícia

Apontado como matador de uma organização criminosa, Francimar Conceição da Silva, julgado nesta terça-feira, 3, em duas sessões ao mesmo tempo, foi condenado nos dois processos.

Pelo assassinato de João Souza de Oliveira, o réu foi condenado a 21 anos de prisão. A decisão foi do Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditória Militar. De acordo com a denúncia, a vítima foi executada por conta de uma dívida do tráfico de drogas.

Já na 1ª Vara do Tribunal do Júri, Francimar Conceição, o “Lorin”, também foi condenado a 21 anos de prisão. O segundo réu, Antônio Francisco da Silva Monteiro, foi absolvido. A dupla foi denunciada pela morte de Edson Pereira da Silva. O crime aconteceu em abril de 2018, na região do Taquari. Nos dois casos Francimar confessou a autoria dos crimes.

Apesar da pouca idade, com esta condenação, Francimar já possui penas que totalizaram 188 anos de prisão.

Fonte: Acrenews

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.222 outros assinantes

ÚLTIMAS