19 maio 2022 8:47
19 maio 2022 8:47

Homem muda nomes de perfis de streaming para atacar a ex: “Mentirosa”

Ex-namorado tinha senha de acesso da ex e invadiu o perfil para trocar os nomes por frases e xingamentos. Ele foi preso em Trindade (GO)

Por Metrópoles

Insatisfeito com o término e com a nova relação amorosa da ex-namorada, um homem de 26 anos, de Trindade (GO), entrou no perfil dela em uma plataforma de streaming e alterou os nomes por frases e xingamentos para atacá-la.

Ele foi preso preventivamente pela Polícia Civil de Goiás (PCGO) nessa segunda-feira (2/5), suspeito de perseguição, após a ex registrar a ocorrência por se sentir ameaçada.

No lugar onde deveria constar os nomes das pessoas nos respectivos perfis de acesso, ele colocou frases, como: “eu sou mentirosa” e “eu sei bem enganar uma pessoa”.

Um print da tela da plataforma, feito pela ex-namorada, que tem 24 anos, foi entregue para a polícia. O casal terminou a relação há cerca de um ano, mas o homem não aceitou a maneira como tudo acabou e começou a fazer ameaças.

Diante de várias tentativas de contato por telefone e mensagens ameaçadoras, a ex resolveu bloqueá-lo. Com isso, para dar prosseguimento aos ataques, ele decidiu utilizar a senha dela da plataforma de streaming, a qual ele tinha acesso, para pressioná-la.

Ameaças

A jovem procurou a polícia em abril deste ano. O caso foi registrado na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) e ele foi preso, após a investigação constatar a perseguição.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Cássia Borges, o homem ameaçava a ex, dizendo que era para ela rezar para não cruzar o caminho dele, assim como o novo namorado dela, pois nada nem ninguém poderia impedi-lo de fazer o que ele estava decidido a fazer.

Rapaz ficou em silêncio no interrogatório

Suposta traição

O suspeito afirmava que havia sido traído e que a nova relação da mulher teria começado, enquanto os dois ainda estavam juntos. Um dos intuitos da perseguição e das mensagens enviadas por ele era que ela assumisse isso.

De acordo com a PCGO, ele dizia que a vida dele tinha acabado. No começo dos ataques, ele afirmava que ela poderia seguir em frente com a vida dela, mas logo começou a enviar mensagens e ameaçar outras pessoas do convívio dela. E foi aí que a jovem se preocupou.

A investigação descobriu que ele chegou a afirmar para terceiros que eles iriam “pagar caro” por ajudar a mulher. Após ser preso, ele optou por ficar em silêncio ao ser interrogado na delegacia.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.213 outros assinantes

ÚLTIMAS