28 maio 2022 6:34
28 maio 2022 6:34

Gladson Cameli inaugura clínica de tratamento de rim em Brasiléia e pacientes poderão fazer hemodiálise no município

“Nosso trabalho diário é para diminuir o sofrimento das pessoas”, diz governador

Por Tião Maia, da Redação do Ecos da Notícia

A vida nunca foi fácil para o trabalhador José Pinheiro Marques de Souza, natural de Epitaciolândia, município do interior do Acre, de 66 anos de idade.

Mas, de uns anos par cá, a malvada da vida foi ficando cada vez mais madrasta e maltratando ainda mais o pobre Zé, até acometê-lo com uma doença capaz de lhe paralisar os rins e obrigá-lo a se deslocar a Rio Branco, a Capital, para sessões de hemodiálise no hospital da Fundação Hospitalar, todas as semanas.

No seu caso, sessões no mínimo três vezes por semana, permanecendo pelo menos duas horas e meia preso à máquina de purificação do sangue. “Um, horror”, definiu.

O que já era ruim, se agravava ainda mais pela viagem, principalmente de volta. “Imagine o que é ficar naquela máquina por tanto tempo e depois ter que pegar um carro de volta para uma viagem de no mínimo quatro horas para poder chegar de volta em casa”, afirmou.

Foto: Paciente Zé Pinheiro

Zé Pinheiro não estava só nessas desventuras. Ao seu lado, sempre haviam pacientes como ele, homens e mulheres. Pessoas também sofridas e cuja dor se agrava ainda mais por sessões de tratamento fora de casa, longe da família e dos amigos.

Mas a história triste de Zé Pinheiro e de seus companheiros de infortúnio do Alto Acre tem data marcada para acabar: será nesta quarta-feira, 11, quando, enfim, passa a funcionar a Clínica do Rim inaugurada nesta terça-feira, 10, pelo governador Gladson Cameli e pela secretária de Saúde, Paula Mariano Maia de Farias.

Foto: Governador testando a cadeira em que os paciente vão sentar para realizarem os procedimentos médicos.

Trata-se de uma parceria do Governo com a inciativa privada, que vai resultar num contrato com valor estimado em R$ 5 milhões por ano. Isso permitirá que pacientes como Zé Pinheiro possam fazer o tratamento em Brasiléia, próximo dos familiares e da própria casa.

Como Zé Pinheiro, a região de Brasiléia e Epitaciolândia tem atualmente pelo menos 30 pacientes que não mais precisarão ir a Capital em busca do tratamento.

Médico Édson Braga

Só o fato de esses pacientes não terem que fazer essa viagem, isso já ajuda muito”, elogiou o médico Édson Braga, clínico geral que atua em Brasiléia. “O governador Gladson Cameli está de parabéns por esta inciativa”, afirmou.

O governador Gladson Cameli disse que a experiência em Brasiléia deve se expandir para outros municípios. “Nosso trabalho diário é para diminuir o sofrimento das pessoas”, acrescentou o governador.

A prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, elogiou iniciativa do Governo. “O mesmo microfone que uso para cobrar, eu uso para elogiar e agradecer. O governador Gladson Cameli está de parabéns por esta inciativa aqui em Brasiléia”, disse a prefeita.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.276 outros assinantes

ÚLTIMAS