23 maio 2022 5:23
23 maio 2022 5:23

Flamemgo busca empate duas vezes contra Talleres e fica perto da vaga às oitavas

Por Redação Ecos da notícia

Flamengo ficou atrás no placar duas vezes, mas buscou o empate em 2 a 2 com o Talleres, na noite de hoje (4), na Argentina, em duelo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Os gols do Rubro-Negro foram marcados por Arrascaeta e Pedro, ambos no segundo tempo. Willian Arão (contra) e Michael Santos fizeram para os donos da casa.

Com o resultado, o Flamengo pode garantir a classificação às oitavas de final já na próxima rodada, no dia 17, em casa, diante da Universidad Católica-CHI, que empatou por 1 a 1 com o Sporting Cristal-PER. O time carioca lidera o Grupo H, com 10 pontos, seguido por Talleres (sete), Católica (quatro) e Cristal (um).

No próximo domingo, o Fla volta as atenções para o Campeonato Brasileiro e encara o rival Botafogo, às 11h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Quem foi bem: Arrascaeta tenta carregar o time

Mesmo vigiado de muito perto pelos homens do Talleres, Arrascaeta foi o responsável por alguns bons lampejos do Rubro-Negro. Com raciocínio rápido e passes em profundidade, o uruguaio tentou levar o time ao ataque, mas sentiu falta de companhia no duelo em Córdoba. Ainda assim, marcou o primeiro gol do Fla na Argentina, uma pintura de fora da área. Pedro, autor do gol de empate, é outro que merece destaque.

Quem foi mal: Isla deixa espaços

O chileno Isla voltou a dar vacilos na marcação e seu lado foi uma boa alternativa para o Talleres, inclusive no lance do segundo gol dos mandantes. Na linha defensiva, o jogador deu espaços generosos, sendo que em um dos lances saiu o gol contra de Arão. Quando se desprendeu para atuar como ala, ele pouco levou perigo e chamou atenção quando conseguiu combinar com Everton Ribeiro, outro que fez uma partida bem apagada. Willian Arão também teve atuação ruim, incluindo o gol contra.

Gabigol e Pedro juntos? Funcionou!

Pedro entrou em campo aos 22 minutos do segundo tempo, com o Flamengo perdendo por 2 a 1. Aos 23, o jogo já estava empatado, com gol do próprio centroavante. Na jogada, Gabigol liberou o espaço para a infiltração do companheiro.

Pedro comemora seu gol, na partida entre Talleres-ARG e Flamengo.

Posição legal?

O gol marcado por Michael Santos, o segundo do Talleres, foi motivo de polêmica. A posição do atacante era duvidosa. Como a fase de grupos da Libertadores não possui o auxílio do VAR, a marcação de campo foi confirmada.

Segurança! Santos se faz presente

Goleiro escolhido por Paulo Sousa para atuar nas partidas de Copas, o goleiro Santos justificou o investimento em sua contratação. O camisa 20 não foi tão acionado, mas fez uma defesa dificílima em cabeceio de Matías Catalán e esteve seguro sempre que exigido. No lance do segundo gol do Talleres, deu chutão e devolveu a bola de graça para os donos da casa.

Atuação do Flamengo

O Flamengo, mais uma vez, mostrou problemas defensivos graves e cedeu muito espaço ao Talleres, especialmente pelo setor de Isla. No primeiro tempo, foi praticamente nulo no ataque. Ainda assim, no segundo tempo, o Rubro-Negro se mostrou resiliente para voltar ao jogo em duas oportunidades. O elenco estrelado se fez valer, e o time de Paulo Sousa volta com um ponto na bagagem.

Atuação do Talleres

Os argentinos aproveitaram bem os espaços cedidos pelo Flamengo e apostaram muito em jogadas pelos lados do campo. Defensivamente, o Talleres sofreu para segurar o ataque do Flamengo e cedeu o empate duas vezes.

Infelicidade

Aos 11 do primeiro tempo, o zagueiro Pablo sentiu dores na região posterior da coxa esquerda, deixou o campo de maca e foi substituído por Andreas Pereira. Ele será reavaliado no Ninho do Urubu.

Cronologia

Aos 33 minutos do primeiro tempo, Arão tentou cortar um cruzamento e marcou contra. O Flamengo buscou o empate em um golaço de fora da área de Arrascaeta, aos 4 minutos do segundo tempo.

O Talleres voltou à frente do placar com Michael Santos, aos 11 da etapa final. Pedro, em seu primeiro lance na partida, igualou novamente o marcador aos 23 minutos.

Reverenciando os presentes com sua clássica comemoração, Pedro brilha mais uma vez.

Fonte/UOL esportes

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS