5 julho 2022 12:51
5 julho 2022 12:51

Culpado: Réu é condenado a mais de 120 anos de prisão por chacina em Assis Brasil

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

Antônio Cunha foi absolvido das acusações de quatro homicídios e das quatro tentativas de assassinatos, mas foi considerado culpado por integrar organização criminosa a uma pena de 3 anos e 7 meses no regime semiaberto.

Ruslan Rodrigues foi condenado pelo caso que ficou conhecido como chacina de Assis Brasil. Ele terá que cumprir pena de 120 anos e 6 meses de prisão em regime fechado. Na mesma decisão, foi negado ao réu o direito de apelar em liberdade.

Está é a segunda vez que dupla é julgada pelos crimes. Em novembro de 2018, os dois foram absolvidos em sessão realizada no Fórum de Assis Brasil, mas o MP recorreu. A Câmara Criminal acatou o pedido e cancelou a sessão.

O juiz da Comarca de Assis Brasil pediu o desaforamento do júri, ou seja, a transferência para outra comarca. A justificativa foi que parte do conselho de sentença não se sentia seguro para analisar o processo.

A chacina de Assis Brasil ocorreu na noite de 02 de julho de 2018 em uma pequena casa localizada no bairro Bela Vista. Durante a ação, de membros de uma facção, foram executados os irmãos Renato, de 17 anos, e Francinildo Moçambite da Silva, de 18 anos, o adolescente Lucas da Silva, de 15 anos, e Luiz Felipe Gonçalves Moura, de 21 anos.

As vítimas foram mortas com tiros na cabeça, o que caracterizou uma atividade de execução. Na mesma ação mais quatro pessoas, que estavam no interior do imóvel, foram baleadas.

Em outubro de 2020, dois envolvidos no caso já tinham sido condenados. Ezaquiel Nascimento Teixeira recebeu uma pena de 164 anos e Antônio Russenildo Lopes foi condenado a 154 anos de prisão.

Fonte/ O Alto acre

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.790 outros assinantes

ÚLTIMAS