24 maio 2022 1:44
24 maio 2022 1:44

Centro de Línguas conquista 2º lugar no concurso Colégio do Ano em Espanhol

Por Agência do Acre

O Centro de Estudo de Línguas (CEL) do Acre conquistou o segundo lugar na categoria Centros de Línguas do concurso Colégio do Ano em Espanhol em 2021, promovido pelo Conselho de Educação da Embaixada da Espanha no Brasil e pelo Colégio Miguel de Cervantes, de São Paulo. O resultado foi divulgado no fim do ano passado e a premiação foi realizada na capital paulista na semana passada.

O CEL conquistou o segundo lugar na categoria Centros de Línguas, no concurso Colégio do Ano em Espanhol 2021. Foto: Mardilson Gomes/SEE

O professor de espanhol do CEL, Rafael Hermógenes de Oliveira, participou do evento de premiação em São Paulo, onde recebeu a placa Colégio do Ano em Espanhol 2021, como parte de uma série de prêmios recebidos pela instituição. Participou também de um estágio formativo no Colégio Miguel de Cervantes, na semana passada.

Na primeira etapa da formação, realizada em São Paulo, foi feita a definição da rede de centros. Em seguida, foi apresentada a metodologia aplicada pelo CEL, como são desenvolvidas as aulas, as atividades e a forma de ensino. E, no encerramento, representantes do colégio paulistano demonstraram a metodologia lá aplicada.

“A formação teve várias etapas e o Centro de Línguas hoje é parte de uma rede de centros que é referência para o Ministério da Educação da Espanha no Brasil. O CEL se consagra como um dos centros de referência de língua espanhola no Brasil”, destacou Rafael.

O curso de espanhol é um dos cursos que completou dez anos no CEL e sempre manteve parceria com a Embaixada da Espanha na realização de cursos. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Oliveira trabalha no Centro de Línguas há seis anos. Durante o treinamento na capital paulista, observou que as metodologias utilizadas pelos grandes centros são as mesmas do CEL e no mesmo nível de conhecimento, segundo sua avaliação.

Os centros de idiomas classificados terão acesso a algumas plataformas digitais com material didático, incluindo a do Ministério da Educação, para os professores da rede dos nove centros credenciados. O benefício, que somente algumas escolas de espanhol tinham, serão acessíveis aos demais centros, como bônus de promoção à cultura espanhola.

Sobre o concurso do Colégio Ano em Espanhol 2021

Esta é a 3ª edição do concurso, e a primeira para a participação dos centros de idiomas do país, com o objetivo de reconhecer e premiar o trabalho de escolas, centros de idiomas e professores brasileiros que contribuem para o ensino e a propagação do espanhol no Brasil.

Inicialmente, 23 centros de vários estados foram inscritos e, desses, cinco foram selecionados para estar entre os três colocados, sendo o Distrito Federal em primeiro lugar; o Acre, em segundo; e São Paulo, como terceiro colocado. O Acre foi o único estado da Região Norte classificado entre os cinco selecionados.

O Acre conquistou o segundo lugar no concurso do Colégio Cervantes, de São Paulo. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Dentro da programação, está prevista uma viagem do professor Rafael, em janeiro de 2023, para participar de uma imersão educacional cultural de 15 dias na Universidade de Buenos Aires, incluindo, além do conhecimento de metodologias, visitas a alguns bairros e curso de tango, entre outras atividades.

Como parte do prêmio, o CEL também recebeu laptops fornecidos pela Fundação Telefônica VIVO, licenças globais do Serviço Internacional de Avaliação da Língua Espanhola (Siele Global) e AVE Global, recursos e materiais didáticos fornecidos pelas editoras Edelsa Anaya, Edinumen, Difusión, Livraria Espanhola e Hispanoamericana, de São Paulo e Editora SGEL.

Sobre o curso de espanhol no CEL
Quarto idioma mais falado do mundo, a Língua Espanhola é um dos cursos que completou dez anos no CEL, que sempre manteve parceria com a Embaixada da Espanha. Esta é a primeira vez que participa de um concurso nacional de centros de línguas.

É um curso que mantém nível didático elevado, com professores qualificados e premiados, e vem tendo muita procura pelos alunos da rede pública e comunidade em geral.

“Apesar das dificuldades em manter a qualidade do ensino e o trabalho que desenvolvemos, mesmo com aulas remotas, comparando os nossos recursos com as instituições privadas, conseguimos manter o padrão de qualidade”, declarou Gislaine Brito, assessora pedagógica do CEL.

Galeria de Imagens: 

Fotos: Mardilson Gomes/SEE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS