5 julho 2022 7:47
5 julho 2022 7:47

Após pausa por questão familiar, acreano recomeça em MS aventura de bike até Rio de Janeiro

Reginaldo Dantas recomeça pedal nesta terça-feira e tem 1,7 mil km até cidade carioca. Após morte de tia considerada como mãe, ciclista acreano tem nova motivação para concluir percurso

Por Ge Acre

- Publicidade -

Depois de uma pausa de 55 dias, o acreano Reginaldo Dantas, 45 anos, recomeçou na manhã desta terça-feira (31), no município de Sonora, no interior do Mato Grosso do Sul, a aventura de bike até o Rio de Janeiro (RJ) para conhecer o Flamengo, o Zico e o mar, que ganhou o nome de projeto ‘FLAMARZICO’.

Reginaldo Dantas, ciclista acreano — Foto: Arquivo pessoal/Reginaldo Dantas

Reginaldo Dantas havia começado a aventura no dia 6 de março deste ano, mas precisou abandonar o desafio no fim do mesmo mês após receber a notícia que a tia dele considerada como mãe, a dona Raimunda Ferreira Souza, 84 anos, havia passado mal.

O ciclista retornou para Rio Branco (AC) e viu Raimunda Ferreira falecer no dia 16 de maio vítima de insuficiência cardiorrespiratória depois de 40 dias lutando pela vida. De volta à estrada, o acreano agora tem mais um motivo para completar o pedal de quase 4 mil km.

— Deixei a bicicleta e retornei para dar continuidade. Vou fazer esse pedal e realizar esse sonho em homenagem a ela. Se estou aqui fazendo esse desafio foi por causa do homem ela me transformou — destaca.

Raimunda Ferreira Souza, tia-mãe de Reginaldo Dantas, morreu no dia 16 de maio vítima de insuficiência cardiorrespiratória — Foto: Arquivo pessoal/Reginaldo Dantas

Quando paralisou a aventura, Reginaldo Dantas retornou para capital acreana apenas com a roupa do corpo e deixou a bike e mochila com os materiais básicos de viagem na casa de um conhecido na cidade de Sonora.

Reginaldo Dantas saiu de ônibus de Rio Branco na última quinta-feira (26) e chegou em Cuiabá no sábado (28). Depois de dois dias hospedado na casa de dois ciclistas na capital mato-grossense, ele pegou um ônibus até Sonora.

Reginaldo Dantas (E) ficou hospedado por dois dias na casa de Pedro e Adriana, em Cuiabá — Foto: Arquivo pessoal/Reginaldo Dantas

— Perdi rendimento físico, psicológico um pouco abalado com saudade da minha tia que partiu, acho que vou diminuir um pouco o ritmo no começo pra adquirir condicionamento físico. Faltando mil e setecentos quilômetros, eu creio que vai ser uns 20 dias até chegar no Rio de Janeiro — projeta.

Vou terminar o percurso que é o sonho da minha vida.

— Reginaldo Dantas, ciclista acreano
O cliclista acreano já percorreu todos os municípios do Acre e passou por Peru, Bolívia, Rondônia, calculando ter pedalado mais de 112 mil km.

Reginaldo Dantas registra passagem pela ponte sobre o Rio Madeira — Foto: Arquivo pessoal/Reginaldo Dantas

Na bagagem até a Cidade Maravilhosa, Reginaldo Dantas leva itens de necessidade prioritária: barraca, colchonete, saco de dormir, roupas, água, câmaras de ar, ferramentas, corrente reserva, óleo lubrificante, faca e lanterna.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.791 outros assinantes

ÚLTIMAS