17 agosto 2022 9:05
17 agosto 2022 9:05

Após 6 anos, Argentina volta a tirar sono de brasileiros na Libertadores

Por Redação Ecos da notícia

- Publicidade -

Uma missão dupla aguarda Corinthians e Red Bull Bragantino nos confrontos contra Boca Juniors e Estudiantes, respectivamente, marcados para esta noite e válidos pela penúltima rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Além da chance de somar mais três pontos na competição interclubes mais importante do continente, os dois clubes paulistas carregarão as esperanças de melhorar um pouquinho o desempenho brasileiro nos confrontos diretos contra argentinos.

Depois de cinco temporadas consecutivas nadando de braçada contra a outra força com quem disputa a hegemonia no futebol sul-americano, o Brasil voltou a sofrer nas mãos dos hermanos nesta edição da Libertadores. Até o momento, os clubes dos países arquirrivais se enfrentaram oito vezes nesta temporada da competição continental. Houve duas vitórias brasileiras, duas argentinas e quatro empates. Vendo assim, até que o cenário não parece tão negativo para a terra de Pelé, Garrincha, Romário e Ronaldo. Mas o aproveitamento de 41,6% dos pontos disputados contra representantes da nação de Diego Maradona e Lionel Messi é o mais baixo dos últimos seis anos.

Na temporada passada e na anterior, os brasileiros conseguiram mais de 60% dos pontos colocados em jogo nas partidas contra os argentinos. Entre 2017 e 2019, essa marca flutuou entre 47,2% e 56,3%. Para encontrar uma campanha pior que a atual é preciso voltar a 2016, ano em que só duas equipes brasileiras chegaram às quartas de final. Naquela temporada, o saldo dos confrontos com argentinos ficou em 26,7%. Tanto Corinthians quanto Bragantino já cruzaram com os hermanos nesta edição do torneio continental. Três semanas atrás, os alvinegros derrotaram o Boca por 2 a 0. Já o time da Red Bull teve dois empates com o Vélez Sarsfield e foi batido por 2 a 0 pelo Estudiantes.

Faltando duas rodadas para o encerramento da fase de grupos, cinco dos oito representantes brasileiros na Libertadores-2022 estão dentro na zona de classificação para os mata-matas decisivos. O Palmeiras, único time ainda com 100% de aproveitamento no torneio, já até selou sua vaga entre os 16 melhores do continente nesta temporada. Atlético-MG, Corinthians e Flamengo também lideram suas chaves, enquanto o Red Bull Bragantino ocupa o segundo lugar do seu grupo. Somente Fortaleza, Athletico-PR e América-MG se despediriam precocemente do torneio. E, desses, apenas os mineiros realmente têm chances mínimas de evitar a eliminação ainda na etapa classificatória.

Apesar de o futebol brasileiro ter vencido as últimas três edições da competição (Fla, em 2019 e Palmeiras, em 2020 e 2021) o país pentacampeão mundial continua atrás da Argentina no ranking de conquistas continentais: 25 a 21. Como já vem acontecendo desde 2019, a final do torneio interclubes mais importante da América do Sul será novamente disputada em jogo único. Desta vez, a decisão está programada para o dia 29 de outubro, no estádio Monumental de Guayaquil, no Equador.

Brasileiros na Libertadores – semana 5 Hoje, às 19h15 – Red Bull Bragantino x Estudiantes (ARG), Grupo C Hoje, às 21h30 – Boca Juniors (ARG) x Corinthians, Grupo E Hoje, às 21h30 – Flamengo x Universidad Católica (CHI), Grupo H Amanhã, às 19h – Athletico-PR x Libertad (PAR), Grupo B Amanhã, às 19h – Palmeiras x Emelec (EQU), Grupo A Amanhã, às 21h – Tolima (COL) x América-MG, Grupo D Amanhã, às 23h – Alianza Lima (PER) x Fortaleza, Grupo F Quinta, às 19h – Atlético-MG x Independiente del Valle (EQU), Grupo D.

Fonte/ Uol Esportes

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS