27 maio 2022 9:15
27 maio 2022 9:15

Adolescente ‘brinca’ com ameaça de fazer massacre em escola, assusta moradores e vai parar na delegacia

Por Redação Ecos da Notícia

Um adolescente, de 15 anos, foi levado para a delegacia após utilizar as redes sociais para fazer ameaças de um possível massacre na escola estadual José de Alencar, em Rorainópolis, no Sul de Roraima. O caso aconteceu nessa quarta-feira (4) e causou medo aos moradores da região. O garoto, no entanto, disse que tudo não passou de uma “brincadeira”.

As ameaças foram divulgadas por ele em forma de áudios em um grupo de WhatsApp. Depois, esses áudios foram compartilhados e a história tomou conta da cidade. As gravações relatavam um possível massacre na instituição.

Os áudios passaram a circular na cidade e gerou em alunos e de pais. Em uma rede social, os moradores pediram para que os pais e responsáveis por alunos da escola José de Alencar evitassem “mandar seus filhos para a escola” pois havia boatos sobre “um massacre na escola”.

Os moradores também pediram para que o comunicado fosse repassado ao máximo de pessoas e que a população orasse pelos filhos e as unidades de ensino.

Moradores emitiram comunicado após boato se espalhar na cidade — Foto: Arquivo pessoal

Moradores emitiram comunicado após boato se espalhar na cidade — Foto: Arquivo pessoal

Em meio a tudo isso, a Polícia Militar foi acionada. A corporação disse que determinou o reforço do “policiamento na referida escola a fim de se prevenir quaisquer atentados contra aquela comunidade escolar.”

A Polícia Civil também foi comunicada e identificou o adolescente, que foi localizado e levado para a delegacia da cidade.

O adolescente confessou ser o autor das mensagens e disse que as conversas postadas em grupo de WhatsApp não passaram de uma brincadeira, e que um outro adolescente, participante do grupo foi quem divulgou os áudios com intuito de assustar outras pessoas.”

O segundo adolescente, segundo a Civil, também já foi identificado e deve ser intimado para prestar depoimento. O caso segue em investigação.

Fonte: G1 RR

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.277 outros assinantes

ÚLTIMAS